Seminário de Mobilização para Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo é realizado no Lacem

O encontro que reuniu representantes dos municípios da Região Metropolitana, São José de Ribamar, Raposa, Paço do Lumiar, Alcântara e a capital São Luís, serviu para debater as ações estratégicas envolvendo o combate ao sarampo. No Maranhão já foram notificados 31 casos da doença, 4 casos foram confirmados, 20 foram descartados e outros 7 estão sob investigação. No Brasil, segundo último boletim divulgado pelo Ministério da Saúde, já foram confirmados 4.476 casos de sarampo.

“A ideia é debater com os agentes da saúde sobre o Sarampo. Percebemos casos em 17 estados brasileiros e não podemos permitir o avanço da doença no Maranhão. Para isso, o seminário serve também para mobilizar os profissionais da saúde nos municípios sobre a campanha nacional de vacinação nos próximos dois meses”, reforçou Léa Márcia Melo da Costa, Superintendente de Epidemiologia e Controle de Doenças da SES.

Na programação do seminário, apresentações sobre manifestações clínicas, aspectos epidemiológicos, controle e monitoramento da doença, além do papel da Atenção Básica de Saúde no controle das doenças imunopreveníveis, com foco no sarampo. Também foram apresentadas informações sobre a vacinação com a tríplice viral, a avaliação das coberturas e a definição de estratégias para o alcance das metas da campanha de vacinação de 2019. O encontro aconteceu no auditório do
Laboratório Central do Maranhão – LACEM, em São Luís, e é justamente no na unidade gerida pela Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares (EMSERH), em que são realizadas as análises das amostras vindas de todo o estado do Maranhão.

“Nossa equipe está preparada para receber as amostras e fazer as análises. A cada dia que passa estamos aprimorando ainda mais a comunicação com os municípios. Mantendo essa rede de diálogos, para que os resultados sejam dados com cada vez mais celeridade”, ressaltou Luiz Fernando Ramos, Diretor do LACEM/MA.

O Seminário ocorre também como forma de Mobilização para a Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo que será realizada nos meses de outubro e novembro.

A Campanha de Vacinação contra a o Sarampo será feita de forma seletiva em duas etapas. No período de 7 a 25 de outubro, o público-alvo são as crianças de seis meses a menores de 5 anos. O dia D – dia de mobilização nacional – acontece no dia 19 de outubro. Já a segunda etapa, de 18 a 30 de novembro, tem como foco a população de 20 a 29 anos de idade. O dia D será 30 de novembro.

“Contamos com o apoio da população. As pessoas têm que está engajadas nesta luta. O Governo vem fazendo sua parte. A vacina é gratuita e temos duas importantes campanhas pela frente”, reforçou Carlos Lula, Secretário Estadual de Saúde