Sobre a EMSERH

Implantar com qualidade um novo conceito em gestão de saúde. Com essa missão, que compreende razões administrativas, organizacionais e humanas, era criada em 2012, por meio da Lei Estadual Nº 9.732, a Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares – EMSERH. Uma empresa pública, dotada de personalidade jurídica de direito privado e patrimônio próprio, cuja visão é tornar-se referência nacional na gestão em saúde.

Nos moldes em que a EMSERH se estabeleceu, somos a primeira empresa de serviço hospitalar do Brasil. A conquista dessa definição, porém, não é um produto finalizado, mas um conceito que por vias práticas tem se concretizado de forma bem sucedida, apesar do déficit histórico que o estado apresenta quando falamos na destinação de verbas federais para a saúde.

Ao agregar a gestão de mais de 40 unidades de saúde na capital e no interior do estado, numa escala de crescimento aparente, a EMSERH assume definitivamente a finalidade pela qual vem sendo consolidada. Em consonância com a política estabelecida pelo Ministério da Saúde e com todas as atividades inseridas integral e exclusivamente no âmbito do Sistema Único de Saúde-SUS, a EMSERH está inserida no contexto da Rede de Saúde, da qual tem incorporado a atual e eficiente visão de racionalizar gastos públicos, ao mesmo tempo em que potencializa a qualidade do atendimento à população no campo da saúde pública.A EMSERH já rendeu para os cofres estaduais uma economia de 15 a 20% por unidade de saúde administrada, traduzida numa economia mensal de dez milhões de reais.

Gerir as unidades de saúde de forma eficiente, com a aplicação transparente de recursos, num modelo de gestão que avança pautado na qualidade dos protocolos de atendimento e de acolhimento do usuário da Rede de Saúde são valores que norteiam a missão da Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares.

Junto à Rede, a EMSERH tem participação efetiva no processo de democratização que está sendo implantado, ação que reforça o compromisso do Governo do Maranhão com a gestão da saúde, com o constante acompanhamento do trabalho desenvolvido na saúde pública estadual e, sobretudo, compromisso com o usuário, demonstrando que é possível executar um atendimento público satisfatório do setor.