Psicólogos do Hospital de Caxias dão suporte emocional a profissionais de Barreirinhas por videoconferência

Profissionais do Hospital de Barreirinhas recebem orientações de psicólogos de Caxias

Uma parceria entre o Hospital Regional Dr. Everaldo Ferreira Aragão, em Caxias, e o Hospital Geral de Barreirinhas está garantindo suporte emocional aos profissionais de saúde das duas unidades, que estão atuando em meio à pandemia do novo coronavírus. A equipe de psicólogos de Caxias, que já acompanhava os profissionais da unidade, estendeu o serviço ao Hospital de Barreirinhas por meio de videoconferência. 

“Já tínhamos implantado essa intervenção dos psicólogos com os nossos colaboradores em relação ao enfrentamento dos casos dos pacientes que poderão ser internados aqui no Hospital com Covid-19. Então, nós temos um consultório toda tarde com os nossos colaboradores. Colocamos nossos psicólogos à disposição do Hospital de Barreirinhas para fazer isso durante essa semana para tirar dúvidas desses profissionais. Então, todos os dias pela tarde eles estão participando de videoconferência”, destacou o diretor geral do Hospital de Caxias, Jefferson Franklin de Almada Coutinho.

A equipe de psicólogos é formada por Antônio Soares Júnior, Ana Claudia Melo, Janisléia Moura, Lorenna Barradas e Kaliny Lima Sousa. De acordo com eles, muitos profissionais de saúde têm sentido medo, angústia, ansiedade, e essa fragilidade emocional tem relação com vários fatores relacionados ao cenário de pandemia por conta do novo coronavírus. 

“Ao olhar para o profissional, identificamos a necessidade de realizar uma escuta qualificada para acolhimento dos funcionários. As ações foram então repensadas e redirecionadas para manejar os sentimentos surgidos e promover a elaboração de recursos de enfrentamento da atual situação de crise, com ações em grupo e com a criação do plantão psicológico para funcionários que tivessem a necessidade de atendimentos individuais. Em Barreirinhas, a primeira ação realizada foi um encontro, por meio de videoconferência, com supervisores, para compreender a dinâmica da unidade e a demanda de cuidados relacionado ao enfrentamento da pandemia”, explicou a equipe.

A equipe elencou tópicos semelhantes aos apresentados para os funcionários de Caxias e organizou a logística para dar início às intervenções com grupos de funcionários que estivessem no plantão. “Nossos colaboradores podem apresentar um quadro de grande de apreensão por conta do atual cenário. Fizemos um teste na segunda, para ver recursos audiovisuais e internet. Na terça-feira (31), fizemos o primeiro encontro. É um ato experimental, a duração dependerá do comportamento das equipes e da avaliação dos psicólogos”, acrescentou o diretor administrativo do Hospital de Barreirinhas, Adler Gomes Leitão.

A ação tem sido estimulada pela Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares (Emserh), que junto à Secretaria de Estado da Saúde, gerencia as unidades. “Os profissionais de saúde estão na linha de frente no enfrentamento do Coronavírus, isso traz uma carga de responsabilidade grande. Soma-se a isso o próprio receio e medos que eles vivem como indivíduo e não somente como profissionais. Este suporte é necessário”, ressaltou o presidente da Emserh, Marcos Grande.