Mais Asfalto vai melhorar a trafegabilidade de municípios da Grande Ilha

Governador assinou pacote do Mais Asfalto beneficiando mais de 1,4 milhões de pessoas da Grande Ilha. Foto: Karlos Geromy/Secap

O Governo do Estado do Maranhão, por meio da Agência Executiva Metropolitana (Agem), fez um levantamento das estradas intermunicipais que fazem ligação entre as cidades que compõe a Ilha de São Luís para que sejam recuperadas. O levantamento apontou trechos como áreas da estrada da Mata e Avenida Tancredo Neves, que receberão os serviços, nesta terceira fase do programa Mais Asfalto.

O presidente da Agência Executiva Metropolitana, Pedro Lucas Fernandes, participou da solenidade de assinatura da ordem de serviço, no Palácio Henrique de La Roque, junto com o governador Flávio Dino, prefeitos e outras autoridades. “É uma grande satisfação participar deste momento tão importante, quando mais de 1,4 milhão de maranhenses serão beneficiados com essas obras”, afirmou “Eu tenho dito que o Mais Asfalto não é apenas pavimentar ruas e avenidas, vai mais além. É trazer dignidade às comunidades e elevar a qualidade de vida das pessoas. A determinação do governador Flávio Dino é melhorar a mobilidade urbana e a fluidez do trânsito, sem esquecer do fator social, que vem como consequência de todo este investimento”, disse Fernandes.

A Agem vai executar os serviços de recuperação das vias intermunicipais em parceria com a Secretaria de Estado de Infraestrutura (Sinfra). “Vamos continuar os serviços na Grande Ilha para melhorar as vias que eram tidas como lendas da região”, disse o secretário de Estado de Infraestrutura, Clayton Noleto.

Na solenidade, o governador Flávio Dino anunciou que as obras começam logo na tarde desta terça-feira (25). O pacote do Governo do Maranhão para a Grande Ilha inclui intervenções de melhoramento de rodovias com asfaltamento de mais de 200 km de vias, sinalização e drenagem nos quatro municípios. Até o fim do ano, serão investidos mais de R$ 80 milhões.

Governador assinou pacote do Mais Asfalto beneficiando mais de 1,4 milhões de pessoas da Grande Ilha. Foto: Karlos Geromy/Secap

Powered by WPeMatico