Hospital Regional de Barreirinhas realiza mais de 38 mil atendimentos em seis meses

Os atrativos turísticos de Barreirinhas despertam interesse de maranhenses e turistas de outros estados e países. Nessa cidade turística, portão de entrada ao Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses, a saúde pública conta com o Hospital Regional de Barreirinhas, oferecendo serviços de urgência e emergência 24 horas. Somente no primeiro semestre deste ano, o hospital registrou 38.235 atendimentos. No mesmo período, também receberam assistência médica, cerca de 300 turistas brasileiros e estrangeiros.

O Hospital Regional de Barreirinhas, da rede estadual da Secretaria de Estado da Saúde (SES), conta com serviço de urgência e emergência, além das especialidades médicas em obstetrícia, clínica médica, cirurgia, ortopedia, pediatria e cardiologia. Com relação ao serviço de imagem e serviço laboratorial, a população conta com exames, como ultrassonografia e eletrocardiograma.

O advogado João Abelardo Costa, de 36 anos, fez, neste mês, uma viagem turística pelo destino Rota das Emoções, saindo de Parnaíba (PI). Entre os locais visitados no Maranhão, esteve em Barreirinhas. Na ocasião, foi surpreendido pelos sintomas típicos de uma infecção intestinal. Preocupado por estar sozinho e por ter tido uma doença diarreica aguda (DDA), em um surto em sua cidade natal que chegou a acometer mais de 100 mil pessoas e levar a óbito mais de 90, resolveu procurar o hospital da cidade para buscar um diagnóstico, já que os sintomas eram muito parecidos com o que teve anteriormente.

“Quando passei por Parnaíba, durante a viagem, tentei fazer exames para diagnosticar se era virose ou infecção. Para minha surpresa, lá na clínica, que era particular, não fazia os exames. Cheguei a Barreirinhas, me sentindo pior, com diarreia e fraqueza, e não teve jeito, tive que ir ao hospital e realmente não sabia o que esperar. Pra minha surpresa, recebi o melhor atendimento que já tive em um hospital na minha vida”, recorda João Abelardo Costa.

João Abelardo Costa conta que a expectativa era de um atendimento inferior ao de um hospital de rede privada, por acompanhar notícias negativas sobre o Sistema Único de Saúde (SUS). “A gente vê tanta coisa ruim sobre o SUS. Eu realmente cheguei esperando o pior. Mas da hora que entrei, até a hora que saí, eu fui bem atendido. Os profissionais tiveram tanto cuidado comigo. Eu realizei os exames que precisava e saíram com duas horas os resultados, coisa que nunca tinha visto nem em hospital particular em Recife!”, ressaltou o advogado.

De acordo com o clínico geral do Hospital Regional de Barreirinhas, Sérgio Ataíde, a unidade registra muitas ocorrências de traumas na área de ortopedia, além de casos de alergias e infecção intestinal. O médico explica que realizou o atendimento do turista João Abelardo Costa, que deu entrada na unidade em 12 de julho, com suspeita de infecção intestinal.

“O João chegou ao hospital extremamente nervoso por estar longe de casa e por suspeitar de reincidência de uma doença que já teve antes. Nossa equipe tratou de acalmá-lo e realizou todos os procedimentos necessários para o diagnóstico da infecção. Ele saiu medicado da unidade e só fizemos o acompanhamento para saber se a medicação receitada estava fazendo efeito”, explicou o médico, um dos vários pacientes atendidos diariamente no hospital.

Reconhecimento 

Por meio de mensagem direcionada à equipe médica, o turista agradeceu o atendimento que recebeu no Hospital Regional de Barreirinhas, descrevendo o serviço público oferecido. “Eu estava só, longe da família e a equipe inteira conseguiu entender esse fato e foi muito generosa no trato”, disse o advogado, que pediu ao governador Flávio Dino que mantenha e estenda o nível da assistência oferecida em Barreirinhas aos outros municípios maranhenses.

Da viagem, João Abelardo Costa contabiliza as belezas maranhenses e os resultados dos investimentos do Governo do Estado na saúde pública da região. “Eu sou imensamente grato a cada um dos profissionais que me atenderam e cuidaram de mim com tanta atenção e carinho. Eu tive um atendimento afetivo mesmo. O médico teve preocupação de inclusive me mandar mensagem depois que saí do hospital pra saber se a medicação tinha feito efeito. Que esse bom atendimento seja exemplo para hospitais públicos, não só do Maranhão, de todo país”, disse.

O Hospital Regional de Barreirinhas atende a uma população de mais de 54 mil habitantes, e ainda pacientes com o perfil do João Abelardo, turistas em passeio pela região. A unidade conta com 50 leitos. O Hospital tem estrutura para realizar cirurgias eletivas de média complexidade, como pele, tecido subcutâneo, mucosa, alguns casos de traumatologia, abdômen, hérnia e apêndice.

“Atendemos 24 horas a uma demanda que é alta, pois o hospital é de urgência e emergência, atendendo 12 municípios da nossa regional e cidades que territorialmente estão próximas. O hospital oferece toda uma estrutura com tomografia, ultrassom e os demais exames”, explicou a diretora administrativa, Karina de Sousa Fragoso.

Fonte: Secretaria de Estado da Saúde(SES)