Governo presenteia maranhenses com Casa Ninar

 

Casa Ninar3

A casa de repouso atenderá famílias e crianças com microcefalia no MA

 

Uma iniciativa inédita no país, o governador Flávio Dino inaugura a Casa de Apoio do Ninar – o local atenderá famílias e crianças nascidas com síndrome congênita do Zika e microcefalia no Maranhão. A entrega é um marco na gestão do atual governo, que tem investido em espaços e serviços que promovam a reorganização da rede pública de saúde no estado, ampliando o acesso especialmente a quem mais precisa do atendimento. Familiares que têm filhos com microcefalia elogiam a ação louvável do governo. É o  caso de Jade, de um ano e quatro meses, que tem microcefalia. A avó da menina, Glória Dominices, elogia o projeto feito pelo Governo do Estado: “A estrutura foi feita cuidadosamente. A gente vê que vai dar certo.”

Em entrevistas recentes, o governador ressaltou o simbolismo da ação. “Em vez de privilégios, direitos. Essa é uma visão que tem norteado os passos da nossa gestão. Um dos exemplos dessa grande mudança que o Maranhão atravessa está aqui na antiga casa de veraneio do Governo do Estado, hoje transformada nesse projeto, para servir à população. Essa é uma obra que tem um significado social e simbólico, pois a casa que antes era para poucos será agora de todos e para todos”, disse o governador.

De acordo com dados oficiais, a ideia é que semanalmente, a casa abrigue 15 famílias e cinco profissionais de saúde dos municípios com especialidades como pediatria, terapia ocupacional, fonoaudiologia, fisioterapia, enfermagem e assistência social, que acompanharão as atividades. Além de um lugar de acolhimento para as famílias e para as crianças, a Casa de Apoio Ninar será um espaço para o desenvolvimento de atividades multidisciplinares que incluem avaliações médicas, oficinas, palestras, circuito de estimulação multidisciplinar, musicalização infantil e de adulto, arteterapia, dança, dentre outras atividades. Ontem a noite, o Governador voltou a falar da Casa de Apoio Ninar : “com a inauguração desta casa, teremos o melhor tratamento do país, a família e crianças acometidas de microcefalia.”

Números da Microcefalia – Desde o início das investigações, em novembro de 2015, foram notificados ao Ministério da Saúde 13.490 casos de Microcefalia no Brasil, com 2.653 confirmações. Outros 5.712 casos foram descartados e 105 foram considerados prováveis.  No Maranhão, conforme dados da Secretaria de Estado da Saúde (SES), desde o início das investigações, num total de 170 casos de  microcefalia confirmados.