3 de setembro de 2021

Governo leva ações do Saúde na Praça a moradores da Cidade Operária

Fotos: Laécio Fontenele

Por Daucyana Castro

Moradores da Cidade Operária foram beneficiados, nesta sexta-feira (3), com a 2ª edição do Programa Saúde na Praça, realizado no Viva da Cidade Operária. A ação itinerante vem sendo promovida pelo Governo do Estado com o objetivo de democratizar o acesso à saúde e ampliar os atendimentos na região. O programa é realizado pela Secretaria de Estado da Saúde (SES) em parceria com a Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares (Emserh). 

A dona de casa Luana Claudia Corrêa foi uma das beneficiadas com a ação. “Fiquei sabendo que os serviços iriam ser oferecidos no bairro e não perdi tempo. Aproveitei, já que é de graça. Minha mãe precisava tomar a vacina da gripe e fazer o preventivo. Eu também fiz. Com essa pandemia, muita gente está sem poder pagar, achei muito interessante”, disse Luana, que também levou a mãe, dona Maria Benedita de 75 anos. 

A dona de casa Luana Claudia Corrêa e a mãe Maria Benedita

O secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula, acompanhou os atendimentos. “O Saúde na Praça nasceu para aproximar ainda mais os serviços da população. Estamos na segunda edição e pretendemos estender as ações para contemplar outros lugares. Através desta ação, oferecemos consultas e também exames”, frisou Carlos Lula. 

Foram disponibilizados à população serviços como aferição de pressão e glicemia; consultas em clínica médica, ginecologia, pediatria, cardiologia, fisioterapia e avaliação nutricional, além de vacinação, exames como o preventivo (Papanicolau), testes rápidos (HIV/Aids, hepatites, sífilis) e atendimento psicológico. Houve ainda distribuição de pipoca e algodão doce para as crianças.

O presidente da Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares (EMSERH), Marcos Grande, explica que a  rede pública de saúde, nos últimos 15 meses, esteve quase que voltada exclusivamente para o atendimento do paciente com a Covid-19 e que neste segundo semestre a ideia é usar todas as estruturas para diminuir a demanda por outros serviços de saúde.  

“O Saúde na Praça é mais uma porta do Sistema Único de Saúde (SUS) aberta para a nossa população. Esses serviços que estão sendo oferecidos aqui hoje já são oferecidos nas nossas unidades. Mas esse programa acaba servindo para ampliar o alcance dos atendimentos, no sentido de diminuir as demandas que a pandemia do coronavírus deixou”, explicou o presidente da Emserh, Marcos Grande.  

A dona de casa Adriana Nascimento Pereira, 50 anos, já saiu do local com o encaminhamento para cirurgia e elogiou a iniciativa. “Eu preciso operar de pedra na vesícula e mioma. Tenho diabetes. Foi bom que medi a glicemia e a pressão aqui. Já saí com o encaminhamento da cirurgia e achei ótimo. Um monte de gente aqui precisando. Então, foi muito boa essa iniciativa do Governo em fazer esse movimento” disse ela. 

Adriana conseguiu encaminhamento para cirurgia de vesícula

Nesta edição, a ação contou com o apoio do Centro Especializado em Reabilitação (CER) Cidade Operária, onde foram realizadas as consultas ambulatoriais. Após a triagem, os pacientes que necessitavam de consulta eram transportados gratuitamente de micro-ônibus até o CER. A UPA Cidade Operária, que completou esta semana 10 anos, comemorou a data também apoiando a ação.   

Na primeira edição do programa, mais de três mil atendimentos em saúde foram realizados. A ação aconteceu na Praça da Família, na Vila Nova, no dia 14 de agosto.

Daucyana Castro

POSTAGENS

RECENTES


Governo realiza ações do Saúde na Praça no município de Açailândia neste sábado (28)

O Governo do Maranhão, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (SES) e da Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares [...]

Governo leva Saúde na Praça à população da Região de Itapecuru-Mirim

Fotos: Ilano Lima O Governo do Estado levou, nesta quarta-feira (25), as ações do Programa Saúde na Praça ao município [...]

Lacen comemora 103 anos de fundação com ação para colaboradores

O Laboratório Central de Saúde Pública do Maranhão (Lacen-MA) completou na última sexta-feira, 20, 103 anos de fundação e para [...]