Com investimentos do Governo, Policlínica Diamante registra aumento de 120% na realização de exames

A Policlínica Diamante, que integra a rede estadual de saúde e oferece atendimento em 17 especialidades, registrou no último mês um grande salto no atendimento à população, com aumento na realização de exames em 120% em relação a janeiro deste ano. De acordo com dados da unidade de saúde, no mês passado foram realizados 8.110 exames de imagem, essenciais no apoio diagnóstico às consultas médicas. Os exames cardiológicos também registraram um aumento de 64% em relação ao início do ano. 

Em janeiro, a Policlínica Diamante realizou 3.674 exames de imagem, número que saltou para 8.110 em setembro. Entre os exames, destaque para ultrassonografia, que saltou de 258 para 2.057; e colonoscopia, que cresceu 221%. 

“Estamos já colhendo os frutos de aumentar a oferta de exames especializados. Sabemos da importância da realização dos exames para um diagnóstico assertivo e um tratamento adequado. A satisfação do público nos mostra que transformar a unidade em Policlínica foi uma decisão acertada”, analisa Marcos Grande, presidente da Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares (EMSERH), que gerencia a unidade. 

Já os exames cardiológicos registraram aumento de 64% comparando-se setembro e janeiro. No primeiro mês do ano, a unidade fez 1.176 exames, como eletrocardiograma, monitoramento Holter, MAPA e teste ergométrico, passando para 1.929 exames. 

“Somos o maior centro de especialidades do Estado. Com o aumento da oferta, conseguimos atender o público que aguardava por exames. De acordo com as demandas e necessidades, conseguimos aumentar a oferta de procedimentos. Mesmo com a pandemia, estamos conseguindo fazer esse ajuste, mantendo os protocolos de segurança e dando à população a possibilidade de vir realizar seus exames e consultas”, explicou a diretora da unidade de saúde, Ana Carolina Marques. 

O balanço aponta também a realização de 27.743 exames laboratoriais em setembro e 4.928 consultas, a maioria nas áreas de cardiologia e neurologia. O número de mamografias também aumentou consideravelmente. Dos 568 exames realizados em janeiro deste ano, saltou para 883 procedimentos.

Quem aproveitou foi a dona Maria Valdina, secretária de 60 anos de idade, que, além de cultivar hábitos saudáveis como a corrida de rua, faz questão de fazer o controle anual da mama com o exame. Ela agendou a mamografia no Viva, em um dos shoppings da cidade. Em menos de uma semana, ela realizou o procedimento.

“Fui ao Viva do shopping para fazer a marcação e foi um atendimento fácil e tranquilo. Não demorou nem uma semana de espera para fazer o exame. Quando cheguei aqui, o atendimento se deu por ordem de chegada, com segurança para evitar transmissão da Covid-19. Está tudo super aprovado”, disse dona Maria.

“As pessoas que não conhecem a policlínica deviam procurar. É muito importante para a nossa saúde essa precaução. Toda mulher devia ter essa atitude e essa responsabilidade consigo mesma”, ressaltou. 

As consultas e exames nas policlínicas podem ser agendados pelo Disque Saúde (3190-9091), pelo app ou site do Procon ou nos Vivas, instalados na Beira Mar ou nos shoppings da Ilha, Golden e Pátio Norte.

Por: Daucyana Castro