CEM Diamante inaugura Ambulatório de Feridas para curativos em pacientes vasculares

CEM Diamante agora possui um novo espaço para curativos em pacientes vasculares. (Foto: Divulgação)

O Centro de Especialidades Médicas e Diagnóstico Luiz Alfredo Netto Guterres, o CEM Diamante, inaugurou nesta segunda-feira (10) um novo espaço para realização de curativos em pacientes vasculares: o Ambulatório de Feridas. A medida adotada pela Secretaria de Estado da Saúde (SES) permitirá a ampliação do atendimento especializado na área, feito por encaminhamento de médicos da própria unidade ou referenciado pela rede pública municipal e estadual.

Para o diretor geral da unidade, Phil Camarão, esta é mais uma maneira de oferecer atendimento digno aos pacientes que apresentam a demanda de curativos. “Nós seguimos a diretriz do secretário Carlos Lula de oferecer um serviço de qualidade e humanizado. Nesse caso, estamos abrindo um espaço maior e que atenta para as especificidades dos curativos vasculares. Esse procedimento, aqui no PAM, será o mais confortável possível e realizado por uma equipe muito capacitada”, afirmou Phil.

O soldador Nélio Macedo, de 63 anos, confirma a eficiência da equipe técnica que trabalha no Ambulatório de Feridas. “Tenho má circulação e aqui eu achei um atendimento diferenciado. Iniciei meu tratamento aqui há dois meses e tenho visto uma equipe de enfermagem muito competente. Moro aqui há dez anos, mas já rodei Rio de Janeiro, São Paulo e Minas Gerais com esse problema antes. Nada se compara ao atendimento que recebi aqui”, declarou.

Maria Raimunda Pereira, de 59 anos, também já havia passado por tratamentos em diversos hospitais em São Luís. “Encontrei a solução aqui. Me sinto muito bem com os medicamentos, antes chorava pelos cantos, agora me sinto bem. Já tinha feito até cirurgia, com enxerto, mas nada tinha dado certo”, completou.

José Ribamar Sousa, de 71 anos, há vinte anos trata a úlcera varicosa. Há doze anos, ele se submeteu a uma cirurgia de enxerto. Semanalmente, ele vem à unidade para trocar o curativo. “O atendimento aqui é excelente, a gente não tem como reclamar de nada. Se já era bom antes, agora então vai ser muito melhor”, comentou.

Atendimento

CEM Diamante agora possui um novo espaço para curativos em pacientes vasculares. (Foto: Divulgação)

A equipe que trabalha na área conta com cinco médicos vasculares e seis enfermeiras, com revezamento em dois turnos. A partir desta segunda-feira (10), há uma recepção separada para os pacientes que farão curativo e uma sala composta por três baias, que permitem os atendimentos simultâneos, com material especializado. O atendimento funciona de segunda a sexta-feira, das 7h às 13h e das 13h às 18h. Por mês, o CEM Diamante realiza 400 curativos nessa modalidade.

A coordenadora de Enfermagem do CEM Diamante, Rafaela Pedroza, explica que a marcação deste atendimento é presencial, com avaliação pelo médico e encaminhamento posterior à enfermeira.

“Os pacientes atendidos no curativo são encaminhados pelos nossos médicos vasculares ou por referenciados com úlcera venosa pelas unidades do estado e do município. Aqui fazemos o curativo com desbridamento autolítico, que utiliza medicamentos e placas. Caso seja necessária a intervenção cirúrgica, o paciente é encaminhado para o hospital de referência mais próximo, o Socorrão I”, detalha Rafaela Pedroza.