“Aqui a gente pode falar o que pensa”, dizem alunos do Iema

Estudantes têm a oportunidade de estudar num Instituto que trabalha o protagonismo dos alunos com disciplinas práticas e teóricas. Foto: Divulgação

“Aqui os alunos podem expressar o que pensam. Temos uma ponte com a direção, que escuta o que achamos que ainda pode melhorar na escola”, diz Paulo Ricardo, de 16 anos, estudante do Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (Iema), Unidade Plena de São Luís. A declaração resume o modelo democrático e eficiente construído pelo instituto em pouco mais de um ano. O Iema Unidade Plena tem método de ensino voltado para o protagonismo dos alunos, com disciplinas eletivas e atividades extracurriculares com ênfase no desenvolvimento pessoal e profissional.

Em período integral, os estudantes cursam, ao mesmo tempo, o ensino médio e um curso profissionalizante de sua escolha. Paulo Ricardo cursa o 2º ano do ensino médio e o curso técnico de Serviços Jurídicos. Seu objetivo é estar preparado para o vestibular de Direito. “Estudar aqui tem sido tudo o que eu esperava”, diz ele.

Aluna do 1º ano e do curso técnico de Informática, Laís Gomes, 14 anos, também está satisfeita com a nova escola. “Pela primeira vez na minha vida estou estudando em uma escola boa e integral”, afirma. “Aqui, professores e diretores escutam nossas opiniões, a gente participa das decisões. Isso tudo faz do Iema uma escola melhor, diferente de todas”, declara Laís.

O Iema tem disciplinas como ‘Projeto de vida’, na qual o aluno é orientado a traçar metas pessoais e profissionais, incentivando a autonomia. Na grade curricular, há também disciplinas eletivas e atividades extracurriculares. Aluna do 2º ano e do curso técnico de Serviços Jurídicos, Giovanna Gomes, 15 anos, se interessou pelas eletivas ‘Blogueiros’ e ‘Jornalismo’ no ano passado. “Foi muito interessante aprender sobre a produção de conteúdo para internet e conhecer uma redação de TV, o dia a dia dos jornalistas”, diz. Entre as atividades extracurriculares estão os clubes, onde os alunos se reúnem para desenvolver uma atividade de sua preferência.

Estudantes têm a oportunidade de estudar num Instituto que trabalha o protagonismo dos alunos com disciplinas práticas e teóricas. Foto: Divulgação

Este ano, Giovanna começou a fazer parte do clube de robótica. “Os clubes começaram agora, a gente ainda não teve oportunidade de participar de eventos e feiras, mas estamos ansiosos”, diz a estudante. Acompanhamento e infraestrutura Para a estudante do 1º ano e do curso de informática, Karen Beatriz, 14 anos, um diferencial do Iema é o acompanhamento dos professores junto aos alunos. “Os professores explicam o conteúdo até todo mundo entender.

Método inovador

O gestor geral do Iema Unidade Plena de São Luís, Moisés Dias Sá, explica que o incentivo ao desenvolvimento do protagonismo é parte importante do aprendizado dos estudantes. “O aluno se sente parte da construção da própria educação. Ao se sentir parte, ele faz tudo com mais responsabilidade e avança no aprendizado”, afirma Moisés.

Unidades Plenas Criadas no atual Governo do Maranhão, por meio da Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), o Iema Unidade Plena está presente em sete cidades maranhenses, beneficiando mais de mil alunos. Além de São Luís, há Unidades Plenas em São José de Ribamar, Bacabeira, Pindaré-Mirim, Coroatá, Axixá e Timon. Também há Unidades Vocacionais, com formação exclusivamente profissionalizante, em mais 22 cidades, com mais de 6 mil alunos.

Estudantes têm a oportunidade de estudar num Instituto que trabalha o protagonismo dos alunos com disciplinas práticas e teóricas. Foto: Divulgação

Powered by WPeMatico