18 de maio de 2022

UPA maranhense participa de programa para tratamento precoce da sepse

A Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Itaqui-Bacanga foi uma das unidades selecionadas para participar do “Projeto Capacitação para identificação e tratamento precoce da sepse nas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs)”, uma ação do Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do Sistema Único de Saúde (PROADI-SUS), executado por meio de uma parceria entre hospitais de referência no Brasil e o Ministério da Saúde.

Na última semana, a UPA Itaqui-Bacanga recebeu uma equipe do Hospital Sírio Libanês, que percorreu a unidade para conhecer a estrutura, se reuniu com a coordenação da unidade e tratou sobre as melhorias implementadas a partir do projeto e seus impactos no desfecho clínico dos pacientes atendidos no local.

“A equipe gostou muito do nosso trabalho e parabenizou a unidade pelos avanços. Conseguimos implantar o protocolo, e temos hoje muito êxito no seu desenvolvimento. Ressalto que os enfermeiros volantes e os médicos envolvidos foram essenciais para que pudéssemos ter esse resultado satisfatório”, explicou a diretora administrativa da UPA Itaqui Bacanga, Alzira Brito.

O Projeto Sepse nas UPAs tem o objetivo de capacitar os profissionais da unidade de saúde. As orientações são feitas de maneira presencial e à distância. A seleção das UPAs participantes é feita pelo Ministério da Saúde, que também se responsabiliza pelos critérios para a definição da escolha.

Ainda de acordo com a diretora administrativa da UPA Itaqui Bacanga, a unidade já está na fase amarela, o que significa que o projeto já foi implantado. Segundo ela, essa capacitação permite um controle maior do cuidado com o paciente.

“Aqui, a gente já consegue reconhecer um paciente com suspeita de sepse. É aberto um protocolo diferenciado para esse paciente. Ele é identificado com uma pulseira diferenciada e existe para ele um enfermeiro guardião e um médico guardião para dar andamento no tratamento desse paciente. Temos também o kit sepse. Tudo nesse paciente precisa ser com mais brevidade, para que a gente consiga definir o diagnóstico, tratar o mais rápido possível e encaminhar para o tratamento adequado ”, disse Alzira Brito.

A UPA Itaqui-Bacanga integra a Rede de Estado da Saúde e é gerenciada pela Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares (EMSERH).

Sepse

A Sepse é uma doença que acomete pacientes que desenvolvem quadros infecciosos decorrentes de longos períodos de internações hospitalares. A identificação precoce dos sinais e sintomas da sepse é determinante para o desfecho favorável para o paciente.

Daucyana Castro

POSTAGENS

RECENTES


Com redução da idade, cresce procura pela quarta dose da vacina contra a Covid-19

Fotos: Adeta Holanda No Maranhão, a quarta dose da vacina contra a Covid-19 já está sendo oferecida para quem tem [...]

Governo realiza ações do Programa Mais Cirurgias no município de São Domingos do Maranhão

Por Daucyana Castro O Governo do Estado realizou, nesta quarta-feira (22), mais uma edição do Programa Mais Cirurgias, desta vez [...]

Centro de Testagem para Covid-19 amplia atendimento para pessoas com sintomas há mais de três dias

Por Daucyana Castro O Centro de Testagem para Covid-19, do Governo do Estado, segue funcionando no Hospital Genésio Rego, na [...]