Sistema de Drive-thru, que começa a funcionar na segunda-feira (14), é apresentado em coletiva

Por Daucyana Castro

O sistema de drive-thru para teste rápido e detecção de casos de Covid-19, que começa a funcionar em São Luís na segunda-feira (14), no estacionamento do Multicenter Sebrae, no Altos do Calhau, foi apresentado à imprensa na manhã desta sexta-feira (11), pelo presidente da Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares (EMSERH), Marcos Grande, e pelo secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula. O teste rápido será disponibilizado para idosos – pessoas a partir de 60 anos – e gestantes.

No local, foram instaladas quatro tendas, com toda a estrutura necessária para fazer a testagem. Enfermeiros e técnicos de enfermagem compõem a equipe. Para fazer o teste, a pessoa precisa apresentar o documento de identificação e o cartão de gestante ou exames que comprovem a gestação. O público que compareceu ao local nesta quinta e sexta já recebeu atendimento.

“A ideia é concentrar os testes na população idosa e gestantes porque são grupo de risco. Tivemos muitos casos de gestantes de sete e oito meses com complicações porque tiveram Covid. E os idosos acima de 60 anos no nosso estado representam 78% dos óbitos. Por isso esse especial cuidado com eles. No primeiro dia de forma experimental, tivemos mais de 250 testes realizados, com 40 resultados positivos, um número considerável. A depender da procura, se houver necessidade, estenderemos o prazo de atendimento na quantidade de dias em setembro e talvez até para outras cidades do Maranhão”, explicou Carlos Lula, secretário de Estado da Saúde.

O sistema de drive-thru vai funcionar de 14 a 30 de setembro, das 8h às 17h. “Esse teste permite identificar se a pessoa já teve Covid-19. O processo leva em média até 15 minutos e a pessoa já sai daqui com o resultado em mãos. De forma segura, dentro do próprio carro, essas pessoas vão ter a oportunidade de testar para o coronavírus”, explicou a diretora do Centro de Testagem, Lícia Dourado Trinta.

Para o aposentado Simeão Pires, de 61 anos de idade, a iniciativa foi excelente.

“Durante esses meses de pandemia, a gente teve sintomas como diarreia, dores no corpo e cabeça. Tinha receio de ir a uma unidade de saúde. Apareceu esta oportunidade de ficar sabendo se tive ou não a doença e eu fiquei muito satisfeito. Foi uma excelente iniciativa, muito mais seguro para a gente”, relatou o aposentado.

A entrada para o Drive-Thru é pela Avenida Luís Eduardo Magalhães. O cidadão entra em uma fila, faz o teste, responde o questionário sobre dados pessoas e sintomas e, tão logo fique pronto o resultado, é liberado ou encaminhado para outro serviço de saúde, caso necessário.

Para o presidente da Emserh, Marcos Grandes, algumas medidas foram fundamentais no acerto do combate a pandemia.

“O primeiro foi o aumento da nossa capacidade instalada, com ampliação do número de leitos de UTI e enfermaria. Depois uma forte política de isolamento social e a testagem. O Maranhão foi o primeiro estado do Brasil a disponibilizar um Centro de Testagem. Com esse sistema de sistema de drive-thru, estamos fortalecendo esse mecanismo com uma política específica para idosos e gestantes. A identificação desses casos é fundamental para sairmos o mais rápido possível desse processo de pandemia”, avaliou.