20 de setembro de 2021

Saúde na Praça no João de Deus registra mais de 2 mil atendimentos

Fotos: Laécio Fontenele

Por Daucyana Castro

O Governo do Estado realizou a 3ª edição do programa Saúde na Praça nesta sexta-feira (17), na Praça da Juventude no João de Deus. A ideia do programa é democratizar o acesso à saúde e ampliar os atendimentos na região. Cerca de 130 profissionais participaram da ação realizada pela Secretaria de Estado da Saúde em parceria com a Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares (EMSERH) e mais de dois mil atendimentos foram realizados. 

A senhora Francineide Lima Martins Pinheiro tem 35 anos de idade e é moradora do bairro João de Deus. Assim que ficou sabendo do Saúde na Praça, levou logo o filho Silas Júnior, de 8 anos, para receber atendimento. “Achei muito boa essa ideia. Quando se tem uma iniciativa dessa é uma oportunidade que as pessoas têm para se consultar. Eu moro aqui do lado. Como eu vi que tinha pediatra e meu filho não se sentia bem há alguns dias, eu resolvi trazê-lo”, disse a mãe.  

Foram registrados nesta edição do Saúde na Praça no João de Deus 2.231 mil atendimentos. A população teve acesso a serviços de aferição de pressão e glicemia; consultas em clínica médica, pediatria e cardiologia; fisioterapia, avaliação nutricional; vacinação (vacinas do calendário anual); preventivo (Papanicolau); testes rápidos (HIV/Aids, hepatites, sífilis) e atendimento psicológico. Houve ainda distribuição de pipoca e algodão doce. 

“As pessoas atendidas aqui têm a condição de já sair daqui com tudo marcado. A ideia é que você não precise ir para uma central de marcação de consulta de novo. O programa surge na retomada total dos serviços de saúde na rede estadual e é importante para aproximarmos da população esses atendimentos, que foram reduzidos ou suspensos por conta da pandemia”, apontou o secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula, que acompanhou os atendimentos. 

Francineide Lima Martins Pinheiro e o filho Silas Júnior (Foto: Laécio Fontenele)

O professor Weider Freitas elogiou a organização do evento e principalmente o resultado, pois teve sua demanda atendida. “Eu estava necessitando de um atendimento para a cirurgia. Cheguei cedo e em menos de 40 minutos, fui atendido. Já saí com meu exame marcado e com retorno para consulta. Foi muito rápido, as pessoas orientam de forma adequada e aqui tá tudo bem identificado”, contou.  

Professor já saiu com exame agendado

O presidente da Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares (EMSERH), Marcos Grande, explica que o Saúde na Praça é uma grande força-tarefa do Governo do Estado, da Secretaria de Estado da Saúde e da EMSERH para diminuição dos danos deixados pela pandemia. 

“A EMSERH é um braço da Secretaria de Estado da Saúde, uma empresa pública, que administra 70% das unidades de saúde do Estado. E gerenciamos também o Saúde na Praça. Esta é 3ª edição do evento e já atendemos milhares de pessoas na Vila Nova e na Cidade Operária. O nosso objetivo é esse: levar saúde pública para mais perto da população. Lembrando que todos esses serviços oferecidos aqui no Saúde na Praça estão também disponíveis nas nossas unidades”, frisou Marcos Grande. 

No último Saúde na Praça, realizado no dia 3 de setembro, no bairro da Cidade Operária, foram registrados 5.904 atendimentos.

Daucyana Castro

POSTAGENS

RECENTES


EMSERH realiza 1º Encontro de Coordenadores de enfermagem

Fotos: Laécio Fontenele Durante toda esta sexta-feira (27), supervisores e coordenadores de enfermagem das unidades de saúde administradas pela Empresa [...]

Governo realiza ações do Saúde na Praça no município de Açailândia neste sábado (28)

O Governo do Maranhão, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (SES) e da Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares [...]

Governo leva Saúde na Praça à população da Região de Itapecuru-Mirim

Fotos: Ilano Lima O Governo do Estado levou, nesta quarta-feira (25), as ações do Programa Saúde na Praça ao município [...]