12 de agosto de 2021

Referência na Região Leste, Hospital Regional de Chapadinha completa três anos de assistência em saúde

Ao completar três anos de assistência em saúde, o Hospital Regional de Chapadinha alcançou quase 20 mil sessões de hemodiálise realizadas ao longo de três anos. E foi nessa mesma unidade da rede da Secretaria de Estado da Saúde (SES) que a dona de casa Ana Maria Sousa e Silva, de 40 anos, recebeu cuidados especializados. “Consegui minha cirurgia aqui no hospital. Fui bem recebida, fiz minha operação e agora estou me recuperando”, comemora a paciente que foi submetida a uma cirurgia de vesícula na primeira semana de agosto.  

Assim como dona Ana Maria, centenas de maranhenses, oriundos de 27 municípios do estado, têm encontrado no Hospital Regional de Chapadinha uma assistência pública de qualidade. A unidade hospitalar é referência na região leste, oferecendo à população atendimento cirúrgico, exames, consultas médicas especializadas e serviço de hemodiálise. A unidade completa três anos de funcionamento nesta quarta-feira (11). 

“Tenho absoluta certeza que o Hospital Regional de Chapadinha cumpre um papel essencial para o povo maranhense. E é nesse conjunto de grande esperança que renovamos o compromisso com os avanços alcançados, a proteção a vida e o fortalecimento do SUS”, frisou o secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula.

O hospital, que integra a rede de saúde da SES, é gerenciado pela Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares (Emserh). “O Hospital Regional de Chapadinha cumpre um papel muito importante, garantindo acesso à saúde à população da região. Foi um dos compromissos que o governador Flávio Dino cumpriu de forma exemplar, pois, além do atendimento ambulatorial e cirúrgico, possui o serviço de hemodiálise. Um hospital completo e eficiente”, afirmou o presidente da Emserh, Marcos Grande.

Em três anos de funcionamento, foram realizadas na unidade 4.675 cirurgias, sendo 1.242 na área de ortopedia e 3.433 na área de cirurgia geral e especialidades. 

O Serviço de Apoio Diagnóstico e Terapêutico registrou 275.524 exames realizados, entre eles diagnóstico de laboratório clínico (225.404), radiologia (22.816), endoscopia (9.050), ultrassonografias (7.090), tomografias computadorizadas (5.428), eletrocardiografias (1.847) e mamografias (3.889), além de 19.847 sessões de hemodiálise realizadas ao longo de três anos. E a expectativa do hospital é aumentar o número de especialidades ofertadas com a inclusão de ginecologia e pediatria.

“O Hospital Regional de Chapadinha é de suma importância para essa região, ofertando a continuidade do cuidado, realizando procedimentos de média e alta complexidade, composto por uma equipe de excelência. Além de aproximar os serviços da população, diminui a espera e aumenta a resolubilidade da atenção básica e especializada ambulatorial”, destacou a diretora geral do hospital, Flávia Roberta Fernandes Marinho. 

Assistência

O hospital possui 60 leitos – 12 deles de UTI -, quatro salas de cirurgia, atende pacientes de Chapadinha, Anapurus, Mata Roma, São Benedito do Rio Preto, Belágua, Vargem Grande, Urbano Santos, entre outros.

Daucyana Castro

POSTAGENS

RECENTES


Governo leva Saúde na Praça à população da Região de Itapecuru-Mirim

Fotos: Ilano Lima O Governo do Estado levou, nesta quarta-feira (25), as ações do Programa Saúde na Praça ao município [...]

Lacen comemora 103 anos de fundação com ação para colaboradores

O Laboratório Central de Saúde Pública do Maranhão (Lacen-MA) completou na última sexta-feira, 20, 103 anos de fundação e para [...]

Equipe da rede estadual de saúde emociona paciente com ida à praia para rever o mar

Fotos: Laécio Fontenele “Só de estar aqui com vocês, com toda a equipe que me auxilia, que cuida da minha [...]