20 de abril de 2021

Profissionais do Hospital Dr. Genésio Rêgo recebem ações do Projeto Florescer

Profissionais que atuam na linha de frente do enfrentamento à Covid-19 no Hospital dr. Genésio Rêgo, em São Luís, participaram, na manhã de segunda (19), de uma série de ações de cuidados do Projeto Florescer, coordenado pelos profissionais que atuam no Hospital Nina Rodrigues e cujo objetivo é cuidar da saúde mental dos profissionais da saúde. A unidade administrada pela Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares (EMSERH) é um dos hospitais de referência na capital.

Nesta primeira etapa, a ação foi voltada às lideranças (coordenadores, supervisores, encarregados) e parte da equipe de funcionários. Na sexta-feira (23), as ações serão voltadas aos colaboradores da unidade que estiverem no plantão e às lideranças que participam das atividades se tornam multiplicadores da ação.

“Foi um dia muito proveitoso para os profissionais da nossa unidade. Sabemos do quanto tem sido complicado neste momento de pandemia, mas trabalhamos sempre dando o melhor para atender aos usuários que procuram o nosso atendimento. Certamente iniciativas como essa nos ajudam e é um reforço mais na nossa luta para superarmos este momento”, reforçou Larissa Moraes, diretora geral do Hospital Dr. Genésio Rêgo.

O Projeto Florescer tem o objetivo de minimizar os danos psicoemocionais e cuidar da saúde mental dos profissionais da rede estadual de saúde, diante do atual cenário epidemiológico, traz em um novo formato a ferramenta do Disque Saúde Mental.

O Hospital Nina Rodrigues como referência estadual na atenção à saúde mental, reconhece a ocorrência de exaustão emocional entre os profissionais de saúde em geral. Pensando no cuidado com a saúde mental de colaboradores, o projeto prioriza ações de prevenção e controle do estresse ocupacional.

“Ficamos muito satisfeitos com essa manhã de atividades com os nossos profissionais que trabalham no Genésio Rêgo. Temos que estar sempre trabalhando o nosso lado físico e mental, é importante o equilíbrio entre os dois. Dessa forma, melhoramos a qualidade de vida dos profissionais de saúde, e consequentemente, isso reflete em atendimento mais humanizado e de qualidade às pessoas que procuram a unidade”, pontuou Janyr Carvalho, diretora de RH da EMSERH.

Os serviços disponibilizados nas unidades de saúde de linha de frente no combate à covid-19 são: avaliação do sono, ansiedade e estresse; ginástica laboral; e o desenvolvimento das práticas integrativas e complementares, como reiki, tai chi chuan, orientações de chás terapêuticos, técnicas de automassagem, além de grupo terapêutico.

A equipe do Projeto Florescer é composta de psicóloga, terapeuta ocupacional, profissional de educação física, enfermeira do núcleo de educação permanente, técnico de segurança do trabalho.

“Um ambiente de trabalho saudável pode ser descrito como aquele em que colaboradores e gestores contribuem ativamente não apenas na produtividade da instituição como também para a promoção e proteção da saúde, segurança e do bem estar de todos. Nossa missão é promover cuidados em saúde mental aos colaboradores que estão na linha de frente em combate a covid-19 e propiciar que esses profissionais adquiram novos hábitos para que busquem qualidade de vida e bem estar”, destacou Gabrielle Romanhol, diretora geral do Hospital Nina Rodrigues.

Eduardo Ericeira

POSTAGENS

RECENTES


Governo leva Saúde na Praça à população da Região de Itapecuru-Mirim

Fotos: Ilano Lima O Governo do Estado levou, nesta quarta-feira (25), as ações do Programa Saúde na Praça ao município [...]

Lacen comemora 103 anos de fundação com ação para colaboradores

O Laboratório Central de Saúde Pública do Maranhão (Lacen-MA) completou na última sexta-feira, 20, 103 anos de fundação e para [...]

Equipe da rede estadual de saúde emociona paciente com ida à praia para rever o mar

Fotos: Laécio Fontenele “Só de estar aqui com vocês, com toda a equipe que me auxilia, que cuida da minha [...]