Policlínica Diamante inaugura espaço dedicado aos diabéticos

Fotos: Laécio Fontenele

Por Daucyana Castro

Foi inaugurado nesta segunda-feira (9), o Espaço do Diabético na Policlínica Diamante. O equipamento de saúde, gerenciado pela Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares (EMSERH), que oferece atendimento para mais de 300 pessoas por mês nessa área, agora conta com uma melhor estrutura para atender os pacientes. O espaço é composto por sala de Serviço Social, local para armazenamento e dispensação de insulina e uma sala para acolhimento e orientações.

“O Governo do Estado está inaugurando este espaço para oferecer à população, ao paciente que tem diabetes, o melhor fluxo de assistência, com várias especialidades, com um corpo médico qualificado, com uma equipe multidisciplinar, onde ele vai ser assistido desde o atendimento médico até um curativo, se necessário for. Para que esse paciente saiba viver dentro da sua condicionalidade, com a sua doença e sendo bem assistido”, esclareceu a secretária adjunta da Política de Atenção Primária e Vigilância em Saúde da Secretaria de Estado da Saúde, Valdeíse Pereira.

Uma programação específica para este público também foi oferecida aos pacientes nesta segunda, em alusão ao Dia Mundial do Diabetes, celebrado anualmente no dia 14 de novembro. As pessoas que compareceram à unidade de saúde passaram por uma triagem, com aferição de pressão e glicemia, consultas com clínicos e nutricionistas, orientações sobre cuidados com o pé diabético (uma das lesões mais comuns) e encaminhamentos para continuidade do tratamento na policlínica ou em outras unidades de saúde.

“Este Espaço do Diabético vai oferecer um atendimento mais humanizado a esse paciente e a programação de hoje, em alusão ao dia mundial do diabetes, proporcionou à comunidade consultas no sentido de identificar possíveis pacientes, porque a gente sabe que a diabetes é uma doença silenciosa. Foi feita aferição de pressão e medição de glicose, educação continuada, cuidados com a insulina e com o pé diabético”, afirmou Ana Carolina Marques, diretora da Policlínica Diamante.

A diabetes é uma doença crônica na qual o corpo não produz insulina ou não consegue empregar adequadamente a insulina que produz. A insulina é um hormônio que controla a quantidade de glicose no sangue. Uma diabetes não controlada pode trazer complicações ao paciente.

“É preciso ter cuidado para evitar as complicações possíveis da diabetes, como a retinopatia, que é alteração nos olhos. Pode ocorrer também do paciente ter alteração nos rins, doença cardiovascular, com riscos de infarto ou AVC, além do pé diabético. Por isso, é preciso todo cuidado” explicou a endocrinologista Fernanda Thomé, coordenadora do Programa Estadual de Educação e Controle do Diabetes.

O SUS oferece tratamento completo e gratuito para a população. Seu Carlos Augusto Dias tem 57 anos de idade e faz tratamento na Policlínica Diamante. Ele é diabético há 20 anos e faz uso de insulina duas vezes por dia. Hoje, ele compareceu a unidade de saúde para receber o medicamento e foi orientado. “Muito bom o atendimento aqui. Sou muito bem tratado quando venho, sou bem orientado, recebo medicação direitinho e eu tô na luta”.

Carlos Augusto trata a diabetes há mais de 20 anos

Já dona Ivanilde dos Santos Cruz veio do município maranhense de Itapecuru-Mirim para fazer um exame de mamografia e aproveitou para conhecer o espaço. Ela consultou, recebeu orientações e deve ser integrada ao programa estadual de diabetes.

“Vim fazer minha mamografia e me aproximei do local, sou diabética, conversei com o médico, gostei demais e vou voltar para o acompanhamento. Foi beleza demais, me informaram e me orientaram”, avaliou a senhora de 54 anos.

Ivanilde veio do município de Itapecuru para realizar exames

No fim da manhã, os enfermeiros que trabalham na unidade de saúde foram homenageados e receberam das mãos da secretária adjunta da Política de Atenção Primária e Vigilância em Saúde, uma placa de honra ao mérito, por não terem parado o atendimento e terem sido incansáveis durante a pandemia do novo coronavírus.