Policlínica de Matões do Norte desenvolve projeto de orientação nutricional a pacientes crônicos

A Policlínica de Matões do Norte deu início no mês de maio deste ano ao Projeto que recebeu o nome ‘A importância de uma alimentação saudável’. O trabalho consiste na realização de palestras educativas destinadas a pacientes diabéticos e hipertensos.

Segundo a direção da unidade hospitalar que é gerida pela Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares (EMSERH), a ideia é realizar o projeto pelo menos uma vez por mês, para que se possa atender às necessidades dos pacientes com doenças crônicas e que precisam ser acompanhados e bem orientados.

“Esse atendimento que é feito via regulação, permitirá aos pacientes que são crônicos (diabéticos é hipertensos), serem acompanhados pelo endocrinologista e nutricionista, contribuindo assim para que às pessoas tenham uma vida mais saudável e garantindo o controle dos pacientes diabéticos e hipertensos”, explicou Tássia Amorim, Diretora Administrativa da Policlínica de Matões do Norte.

O vendedor ambulante, Sebastião de Oliveira Sousa, de 53 anos, foi uma das dezenas de pessoas que teve acesso a uma das palestras concedidas na unidade. As informações e os conhecimentos agradaram.

“Sou diabético e hipertenso, fiz tratamento na Policlínica de Matões do Norte com endocrinologista, nutricionista e com enfermeiros que me acompanham e me ajudam muito no controle da minha diabetes e a curar uma ferida. Agora graças aos profissionais, estou bem melhor, com a diabetes controlada e com a cicatrização da ferida em meu pé. Além dos cuidados também adquirir conhecimentos, hoje inclusive me alimento muito melhor” comemorou o paciente.

Dentro do projeto ainda há perspectiva da criação de uma cozinha experimental, um projeto diferenciado, onde os pacientes receberão orientações para o preparo de suas refeições, colaborando com o processo de reeducação alimentar deles e dos familiares.

“Os pacientes e seus familiares terão orientações de especialistas de forma teórica e prática, para elaborar as próprias refeições, o que permitirá uma melhor maneira de aprendizado, mais fácil e até com o conhecimento voltado para o reaproveitamento de alimentos”, pontuou a Nutricionista Clínica, Aline Dias.

A Policlínica de Matões do Norte conta também com enfermeiros treinados para realização de curativos com coberturas especiais em pés diabéticos. O trabalho já permitiu várias altas após a cicatrização da ferida.

“O nosso objetivo é fazer com que diminua as internações e amputações de membros desses pacientes crônicos, bem como melhorar a qualidade de vida das pessoas que procuram atendimento na unidade”, ressaltou o Enfermeiro do Setor de Curativos da Policlínica, Paulino Deter.

“O paciente tem um atendimento global, com uma equipe multidisciplinar, para o acolhimento desses pacientes crônicos, e claro, esses cuidados se estendem a toda à população que procura a unidade em busca de auxílio”, reforçou a Coordenadora de Enfermagem, Aline Barros.