26 de julho de 2019

Médico alerta para o risco de gordura no fígado

O médico Dimitrius Garbis orienta
para a prevenção e tratamento da doença

Parece uma doença simples, mas não se engane, a esteatose hepática, popularmente conhecida como gordura no fígado, se não tratada adequadamente pode levar a complicações  de saúde.

Estima-se que quase um terço da população brasileira sofra de esteatose hepática não alcoólica e esse problema pode desencadear doenças graves como cirrose e câncer.

Em qualquer unidade de saúde, as pessoas podem adquirir informações importantes relacionadas ao tema.

Procuramos o médico Dimitrius Garbis, que atende na Unidade de Pronto Atendimento do Vinhais, unidade gerida pela Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares, para falar sobre o assunto.

“Uma população que se alimenta mal, com excesso de ingestão de carboidratos, alto índice de sedentarismo, consumo abusivo de álcool e sobrepeso, são fatores que aumentam o risco da esteatose hepática (gordura no fígado)”, explicou Dimitrius.

Dona Maria Celeste está fazendo exames de rotina. Ela disse que todos os meses de julho faz exames de rotina, felizmente para a aposentada de 79 anos está tudo bem com a saúde, com exceção de uma pequena porcentagem de gordura no fígado.

“Agora é continuar tendo o acompanhamento médico, felizmente não é nada de tão sério, sou uma pessoa que já me cuido, procuro manter uma alimentação balanceada, não gosto de comer ‘besteiras’ e faço caminhada todos os dias de manhã cedo”,

disse a aposentada.

Segundo especialistas, é normal ter um pouco de gordura no fígado, mas o excesso de peso é hoje uma das maiores causas do problema, considerando que 60% das pessoas que sofrem com gordura no fígado são obesas.

“O tratamento deve ser acompanhado por uma equipe multiprofissional, com um educador físico, levando em conta fatores como sexo e idade do paciente, nutricionista para fazer uma dieta balanceada, e um médico, para afastar outros fatores de risco que podem estar correlacionados , como diabetes e hipertensão”, preveniu o médico Dimitrius Garbis.

Daucyana Castro

POSTAGENS

RECENTES


EMSERH realiza 1º Encontro de Coordenadores de enfermagem

Fotos: Laécio Fontenele Durante toda esta sexta-feira (27), supervisores e coordenadores de enfermagem das unidades de saúde administradas pela Empresa [...]

Governo realiza ações do Saúde na Praça no município de Açailândia neste sábado (28)

O Governo do Maranhão, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (SES) e da Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares [...]

Governo leva Saúde na Praça à população da Região de Itapecuru-Mirim

Fotos: Ilano Lima O Governo do Estado levou, nesta quarta-feira (25), as ações do Programa Saúde na Praça ao município [...]