Maranhão ganha 6 novos grandes hospitais e 25% a mais de leitos

O balanço dos mil dias da atual administração do Governo do Maranhão, completados nesta terça-feira (26), traz diversos avanços na saúde, de acordo com os números e as estatísticas. Uma das ações mais visíveis nessa área é a entrega de grandes hospitais no interior do Maranhão.

Desde 2015, foram seis novas unidades desse porte no estado. O modelo é o de levar atendimento de alta complexidade para todas as regiões do estado.

Os novos hospitais já fizeram milhões de atendimentos no Maranhão. Isso representa grande redução do tempo de espera e dos deslocamentos que eram necessários antes da entrega dessas unidades.

Leitos de UTI do Hospital Regional de Balsas. (Foto: Gilson Teixeira)

(Foto: Gilson Teixeira)

Entre os seis grandes hospitais abertos neste período, está o de Balsas, que acabou de ser entregue à população. Os demais são o Hospital Macrorregional Tomás Martins, em Santa Inês; o Hospital Dr. Everaldo Ferreira Aragão, em Caxias; o Hospital Regional Dra. Laura Vasconcelos, em Bacabal; o Hospital Macrorregional Drª Ruth Noleto, em Imperatriz; e o Hospital Regional Dr. Jackson Lago, em Pinheiro.

Outras importantes unidades estão sendo construídas, como é o caso do Hospital de Traumatologia e Ortopedia (HTO), em São Luís, que será entregue ainda neste ano.

Mais leitos

Com os novos hospitais, o número de leitos da rede pública estadual cresceu 24,81% entre 2014 e 2017 e chegou a 2.827 no Maranhão. A quantidade vai continuar aumentando. Estão previstos mais 343 leitos para este ano e outros 662 para 2018. Ou seja, mais 1.005 leitos.

Somados aos atuais, serão 3.832 até o próximo ano. Em comparação com 2014, será um aumento de 69%.

Fonte: Secretaria de Estado da Saúde (SES)