Hospital Regional em Caxias completa 4 anos com mais de 4 milhões de atendimentos e procedimentos realizados

A assistência em saúde na Região Leste Maranhense mudou há 4 anos, quando foi entregue pelo Governo do Estado o Hospital Regional Dr. Everaldo Ferreira Aragão, em Caxias. A unidade de média e alta complexidade realizou neste período mais de 4 milhões de atendimentos e procedimentos.

“A unidade foi pensada para melhorar os índices de saúde na região. Desde então, foram implantadas diversas especialidades, como o serviço a oncologia, iniciada em 2018. Isso deu o ganho para a região. Pacientes que dependiam de quimioterapia e cirurgias oncológicas que teriam de ser levados para Teresina ou São Luís, agora são atendidos aqui. A cada ano avançamos mais na assistência àqueles que precisam”, avalia o diretor geral da unidade, Jefferson Franklin Almada Coutinho.

Desde a inauguração, em 27 de janeiro de 2016, o Hospital Regional Dr. Everaldo Ferreira Aragão realizou 4.329.325 atendimentos e procedimentos, dos quais 16.024 cirurgias eletivas, 28.072 consultas ambulatoriais, 20.287 internações, 2.314.743 atendimentos em enfermagem, 1.450.899 atendimentos multidisciplinares e 499.300 exames no Serviço de Apoio Diagnóstico Terapêutico – dados da unidade.

O auxiliar de almoxarifado Alisson Rodrigo dos Santos, de 29 anos, foi operado na unidade em novembro de 2019 para colocação de uma prótese total de quadril. Segundo ele, a cirurgia foi um divisor de águas, já que ele convivia com dores insuportáveis e em certos dias não conseguia sequer andar por causa de uma artrose nas duas pernas – o lado direito foi operado e ele aguarda indicação para fazer o outro.

Alisson Rodrigo foi atendido no Hospital Regional em Caxias


“Sentia muitas dores e andava com dificuldades com ajuda de muletas. Na perna que fiz a cirurgia não sinto mais dores, apenas um desconforto muscular normal, pois estou fazendo fisioterapia. Eu não esperava que um hospital em Caxias fizesse esse tipo de cirurgia. O atendimento foi excelente. O hospital é limpo e são só dois pacientes por quarto. Só tenho o que agradecer”, conta o rapaz, que mora em Timon.

A unidade, que é gerenciada pela Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares (EMSERH), possui 116 leitos, dentre eles 12 de UTI, atendendo nas especialidades clínica médica, cirurgia geral, plástica reparadora, ortopedia , urologia, hematologia, cirurgia de cabeça e pescoço, cirurgia de tórax, oncologia clínica e cirúrgica, mastologia, ginecologia oncológica, bucomaxilo, cirurgia vascular, cardiologia, proctologia, nefrologia, neurocirurgia, endocrinologia e gastroenterologia.

NÚMEROS DA UNIDADE EM 4 ANOS

  • 4.329.325
  • Atendimentos e procedimentos
  • 16.024
  • Cirurgias eletivas
  • 28.072
  • Consultas ambulatoriais
  • 20.287
  • Internações
  • 2.314.743
  • Atendimentos em enfermagem
  • 499.300
  • Atendimentos do Serviço de Apoio Diagnóstico Terapêutico (exames)
  • Atendimento multidisciplinar
  • 1.450.899