Hemomar define estratégias para assegurar continuidade das doações de sangue


Hemomar convoca doadores de sangue (Foto: Julyane Galvão)

A pandemia do novo coronavírus é mais uma dificuldade a ser enfrentada pelo Centro de Hematologia e Hemoterapia (Hemomar), que está com o estoque de bolsas de sangue abaixo do ideal, que são 300 bolsas diárias. Por isso, além dos procedimentos de higienização, que já fazem parte da rotina do Hemomar e que se tornaram ainda mais rigorosos, outras medidas foram adotadas para que os doadores se sintam seguros e estimulados a doar sangue. 

De acordo com a coordenadora de captação do Hemomar, Frassinete dos Santos Araújo, as doações podem ser agendadas por mensagem de WhatsApp (98) 99162-3334. “A gente sabe que está sendo tudo tratado com delicadeza, muita apreensão, muitas dúvidas, mas, a doação de sangue não pode parar. A gente pede para as pessoas que estão saudáveis que se dirijam para fazer suas doações. Via esse número de whatsApp, a pessoa pode agendar a doação”, ressalta.

O centro também vai disponibilizar o transporte, assegurando a ida de doadores de um ponto marcado ao Hemomar e o retorno ao local. É importante consultar a equipe do Hemomar sobre os critérios. 

Durante o período em que estão sendo adotadas medidas preventivas contra o novo coronavírus, o Hemomar também está dando preferência por convocar e receber doadores mais jovens, seguindo as orientações de preservar os idosos, grupo mais vulnerável ao Covid-19. Também está sendo realizado o controle do trânsito e aglomeração de candidatos a doação na recepção, mantendo o espaço entre um candidato e outro conforme orientações do Ministério da Saúde.

Outra medida prevista para as próximas semanas é a instalação de tendas ao ar livre para não acumular candidatos em espaços fechados. Também está sendo feita uma triagem (entrevista) para identificação de casos suspeitos de Covid-19 entre os candidatos doadores, como histórico de viagem nacional e internacional nas últimas duas semanas e presença de sintomas respiratórios.

“Não vamos deixar de fazer esse gesto de solidariedade. Ainda não existe nada que substitua uma transfusão de sangue. É um período crítico, mas as casas oncológicas continuam necessitando de sangue, nossas emergências, e a gente precisa manter um estoque razoável para atender a essa demanda hospitalar”, destacou Frassinete dos Santos Araújo.

Para aumentar o estoque de bolsas de sangue, a Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares (Emserh), que gerencia o Hemomar, iniciou, nesta quinta-feira (19), de forma intensa, o contato com as secretarias e autarquias do Governo do Estado para convidar servidores para realizar doação de sangue voluntária, que poderão ser agendadas. 

Para fazer a doação a pessoa precisa estar saudável, pesar acima de 50 quilos, estar alimentada, levar um documento oficial com foto e não ingerir alimentos gordurosos nas horas que antecedem a doação. Quem tem 16, 17 anos também pode se dirigir ao Hemomar, desde que acompanhado do pai ou da mãe ou de um responsável legal que possa assinar um documento de autorização.