Governo reforça combate ao Aedes nas cidades de maior destino no carnaval maranhense

Governo reforça combate ao Aedes nas cidades de maior destino no carnaval maranhense. (Foto: Divulgação)

O Governo do Estado, através da Secretaria de Estado da Saúde (SES), enviou carros fumacê para reforçar as ações de combate ao mosquito Aedes aegypti nas cidades de Barra do Corda, Pinheiro e Cururupu, destinos populares entre os foliões que viajam para curtir o carnaval no interior do estado. A ação é feita em parceria com as prefeituras municipais e visa eliminar o transmissor da dengue, zika, chikungunya e febre amarela.

As três cidades têm um histórico de índice de infestação alto comprovado através do Levantamento do Índice Rápido do Aedes Aegypti (LIRAa). “Com a aproximação do carnaval, resolvemos reforçar o combate nesses locais. Os três municípios têm carnavais populosos, que recebem pessoas de várias localidades. Se alguém tiver o vírus e o mosquito estiver circulando, obviamente haverá a transmissão”, explica Joseneide Matos, coordenadora do Programa de Prevenção e Controle de Arboviroses.

Para Barra do Corda foram enviados cinco carros; para Pinheiro, três, e um para Cururupu. Os veículos passarão em todos os quarteirões dos municípios, são três ciclos em 15 dias. “É importante que as pessoas abram as portas e janelas de casa. Porém não devem pedir para o carro parar, o que tem acontecido. Isso tecnicamente não é apropriado. A velocidade que ele passa e o tempo que permanece em cada rua é o suficiente”, afirma.

A coordenadora do Programa de Prevenção e Controle de Arboviroses destaca, contudo, que o trabalho dos carros fumacê integra um esforço maior das autoridades para erradicar focos do mosquito. “O fumacê mata o mosquito já nascido, não combate os ovos, nem as larvas. Tão importante quanto essa ação é o trabalho prévio, os mutirões de limpeza e eliminação de nascedouros que foram feitos”, ressalta.

O Governo está unindo esforços com as prefeituras do estado para fortalecer as ações de combate ao mosquito. Para coordenadora da Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal de Saúde de Barra do Corda, Odila Márcia Vinhas, a ação é importante para garantir a saúde tanto da população residente, quanto dos visitantes no período carnavalesco.

“O carnaval está próximo e não se sabe quem vem ou quem vai. Com o fumacê, eliminamos o mosquito, que transmitiria uma das doenças. Ninguém quer repetir o surto do ano retrasado. Estamos atuando com os agentes de combate as endemias nas visitas domiciliares para eliminar os focos. Tudo isso fortalece a vigilância”, frisa.

Fonte: Secretaria de Estado da Saúde (SES)