Governo percorre o Maranhão com as escutas estudantis 

Escuta Estudantil no Centro de Ensino Estado do Ceará, em Bacabal. Foto: Divulgação

Depois de ouvir mais de cinco mil professores nas 19 Unidades Regionais de Educação (URE’s) com a I Escuta Pedagógica, o Governo do Maranhão, por meio da Secretaria de Estado da Educação (Seduc), agora vai dialogar com os estudantes da rede.  Para isso, deu início, nesta segunda-feira (03), em Bacabal, à I Escuta Estudantil, que tem como proposta estabelecer uma conversa franca com os estudantes, levando informações, ouvindo suas demandas e encaminhando soluções.

Coordenada pela Secretaria Adjunta de Programas e Projetos Especiais (Sappe), a Escuta Estudantil faz parte das ações positivas que o governo tem desenvolvido no estado, com o compromisso de melhorar a qualidade do ensino e os indicadores educacionais. A ação vai percorrer as 19 URE’s, com o propósito de chegar ao maior número possível de estudantes.

Na URE de Bacabal, a Escuta Estudantil aconteceu no auditório do Centro de Ensino Estado do Ceará, onde cerca de 60 estudantes, entre líderes de grêmios e representantes de turmas, participaram do diálogo com técnicos da Sappe.

“Acho muito importante porque permite a nós estudantes conhecer sobre o grêmio estudantil na escola em que estudamos, pois também podemos contribuir para a melhoria da nossa escola e da educação, através da nossa opinião”, avaliou Wonderson Yuri Bezerra Gomes, de 15 anos, estudante do 1º ano do Ensino Médio.

Joana dos Santos Magalhães, de 21 anos, estudante do 2º ano do C.E. Nazaré Ramos, do município de São Luís Gonzaga do Maranhão também destacou a importância do encontro. “Posso levar para a minha escola os conhecimentos adquiridos. Até o momento não conhecíamos sobre esses programas, nossos direitos. Agora levarei tudo isso para os meus colegas”, disse.

Nas reuniões um dos principais pontos em debate será o papel do Grêmio Estudantil, enquanto veículo de controle social nas escolas. “A proposta é instrumentalizar os grêmios e representantes de turmas para que possam exercer seus papéis enquanto líderes estudantis, contribuindo com a equipe gestora e, por meio da sua participação na gestão democrática das escolas, possam intervir nas tomadas de decisão e exercer o controle social, tanto no que se refere a aplicação e prestação de contas de recursos públicos quanto no âmbito da gestão do ensino e da aprendizagem”, pontuou Ismael Carvalho, Secretário Adjunto de Programas e Projetos Especiais.

Os alunos também receberão informações sobre como participar de projetos e programas estudantis que promovam cidadania, desenvolvimento educacional e visão político-social e de mundo, como: o ‘Parlamento Jovem Brasileiro’, onde alunos de ensino médio de escolas públicas e particulares a vivenciarem uma jornada parlamentar na Câmara dos Deputados, em que os estudantes tomam posse e atuam como deputados jovens; o ‘Jovem Embaixador’, uma iniciativa da Embaixada dos Estados Unidos, que envolve estudantes de ensino escolas públicas que sejam exemplos em suas comunidades, entre outros programas.

Cronograma da Escuta Estudantil 

Nesta terça-feira (04) a escuta acontece simultaneamente nas URE’s de Presidente Dutra, Caxias e Codó. Na quarta-feira (05) será a vez dos estudantes das Regionais de Imperatriz e Timon conversarem com a Seduc. Na quinta-feira (06) a Escuta Estudantil chegará à URE de Açailândia.

Depois da primeira semana, a Escuta Estudantil será retomada no dia 17 (segunda-feira) nas URE´s de São Luís e Rosário. No dia 18 (terça-feira) estará nas regionais de Itapecuru, Chapadinha e Balsas. No dia 19 (quarta-feira) o diálogo acontece com estudantes das URE´s de Pedreiras e São João dos Patos. Já no dia 20 (quinta-feira), a escuta chega à Barra do Corda.

Powered by WPeMatico