Governo leva cirurgias oftalmológicas para Lago da Pedra e região

O Governo do Estado promoveu, nesta quinta-feira (26), cerca de 150 cirurgias oftalmológicas no Hospital Regional Dr. Rubens Jorge, em Lago da Pedra. Os procedimentos para tratamento da catarata e do pterígio fazem parte do Programa Mais Cirurgias, que vem sendo retomado gradativamente nas unidades da rede estadual de saúde, de acordo com o cenário da pandemia nos municípios.

Cerca de 170 pessoas passaram pela triagem na unidade e 149 foram consideradas aptas para realizar a cirurgia. Entre os pacientes que fizeram o procedimento, está a lavradora Franciane Sousa Silva de Paula, de 29 anos. “É uma felicidade muito grande ser operada e voltar a enxergar. A vista da gente é tudo”, relatou a jovem.

O Hospital Regional de Lago da Pedra foi entregue pela gestão do governador Flávio Dino, em junho de 2020, para reforçar o atendimento a pacientes com a Covid-19 na região. Com a redução das internações por conta da doença, a unidade tem beneficiado a população com a oferta de serviços especializados.

Em outubro e novembro de 2020, foram realizadas as primeiras cirurgias oftalmológicas no Hospital Regional Dr. Rubens Jorge. Quase 300 procedimentos foram realizados nos dois meses. “É de grande importância a realização dessas ações. Fazemos questão de sempre prestar um atendimento de saúde humanizado e de qualidade. Agradeço a cada colaborador envolvido nesta nobre missão”, pontuou Solange Vieira, diretora administrativa da unidade, administrada pela Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares (EMSERH). 

Hospital Regional de Santa Luzia do Paruá

Nesta sexta (27) e sábado (28), as ações do Programa Mais Cirurgias acontecem no Hospital Regional de Santa Luzia do Paruá. A previsão é que sejam realizadas 300 cirurgias. “Estamos com uma demanda de pessoas à espera desses procedimentos, pessoas carentes e que estão necessitando. Por conta da pandemia, não conseguimos realizar antes, mas agora, com a diminuição de casos, iremos conseguir realizar essa grande ação”, disse a diretora administrativa da unidade, Larissa Holanda.

A unidade é referência de média complexidade para a população da Região do Alto Turi, atendendo 17 municípios. O hospital também foi entregue pelo Governo do Estado para garantir a assistência a pacientes com a Covid-19, e agora cumpre o papel de oferecer atendimento em outras especialidades. No final de 2020, o hospital já havia realizado 673 procedimentos cirúrgicos oftalmológicos.