Governo lança campanha de incentivo à doação de sangue no período pré-carnavalesco

Hemomar

No período momesco, o Hemomar computa uma ausência de 30% a 40% no número de doadores de sangue, queda significativa para a média de 180 coletas diárias, fora desta temporada. A campanha pretende atrair doadores durante todo o mês de fevereiro para doação, em São Luís, e nos sete núcleos de Hemoterapia localizados em Imperatriz, Balsas, Santa Inês, Caxias, Pedreiras, Pinheiro e Codó.

O secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula, presente ao evento, destacou a importância de concentrar esforços para a doação neste período pré-carnaval. “Carnaval também é época de solidariedade! Por isso, esse mês de fevereiro, o Governo do Estado irá intensificar a campanha para que não falte sangue em nossos hospitais em um período delicado, que é o carnaval”, disse.

Para 2017, o Hemomar pretende aumentar em 20% o número de bolsas de sangue arrecadadas em comparação ao mesmo período da campanha em 2016, quando foram coletadas 2.066 bolsas. “Doar sangue é um ato que pode salvar muitas vidas, por isso mesmo, é dever nosso, e eu peço isso a todos vocês que estão aqui hoje aguardando para fazer sua doação, que não deixem de convidar seus familiares, replicar nas suas redes sociais. Nós precisamos da doação de todos”, reforçou o secretário Carlos Lula.

Também estiveram presentes ao lançamento da campanha no Hemomar, o secretário de Estado da Cultura e Turismo, Diego Galdino, que na ocasião realizou doação de sangue, e a subsecretária de Estado da Saúde, Karla Trindade. “Estou muito feliz de estar aqui hoje para me tornar um doador. Aceitei o convite do secretário Carlos Lula e me comprometo a ser um replicador e trazer mais pessoas para aderirem à campanha”, disse Diego Galdino.

O diretor do Hemomar, Dario Nicolau, destacou ações de sensibilização, na capital e no interior, com o propósito de convocar os doadores regulares e, também, estimular a primeira doação. “Estamos trabalhando também com a nossa unidade de coleta móvel, com deslocamento ao longo desta semana para igrejas e associações de bairros para receber os doadores. Também contamos com a parceria das organizações sociais que já participam de nossas campanhas trazendo doadores”, informou.

Para o médico Arthur Jucá, diretor clínico da Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares (Emserh), empresa gestora do Hemomar, é essencial a realização da campanha. “Nós sabemos que a doação de sangue, no Brasil, em alguns períodos se torna irregular. Por isso, nos hospitais, acabamos passando por momentos críticos de falta de bolsas de sangue mesmo. E este é um dos períodos críticos do ano, daí a necessidade de promover ações como essa para que se possa ter uma reserva para os casos e necessidade”, explicou.

Como doar
Em São Luís, os interessados podem se dirigir a sede do Hemomar, localizada na Rua Cinco de Janeiro, s/n, bairro da Jordoa. A unidade funciona de segunda a sexta, de 8h às 18h, e aos sábados, de 8h às 12h.

Para ser doador é necessário ter entre 16 e 69 anos de idade (menores de 18 anos precisam de autorização), estar em boas condições de saúde e pesar no mínimo 50kg. No dia da doação, o doador não deve ter ingerido bebida alcoólica nas últimas 12 horas.

Programação da Unidade Móvel do Hemomar
Dias 7 a 10 – Igreja Adventista em Coroatá
Dia 12 – Igreja Batista Maanaik (Cidade Operária)
Dia 13 – Sede da Secretaria de Estado da Saúde (SES)
Dias 14 a 17 – Igreja Adventista em Vargem Grande
Dia 18 – Igreja Adventista (Cruzeiro de Santa Bárbara)
Dia 23 – Sede do Tribunal de Contas do Estado (TCU)

Fonte: SES