20 de abril de 2021

Governo inicia vacinação de profissionais da área de educação

Fotos: Laécio Fontenele

Por Daucyana Castro

“Se tu vens…serei feliz antes da tua chegada” (Antoine de Saint-Exupéry). Foi com essa frase estampada em um dos locais de vacinação na capital maranhense, que os profissionais da educação comemoraram a chegada da vacina contra a Covid-19.

“A vacina foi muito importante pra mim e pra todos. Só eu poder voltar a trabalhar, depois desse tempo todo parada, é tudo de bom. Estava ansiosa esperando por essa vacina”, disse Maria José dos Santos Silva, profissional de serviços gerais do Centro Integrado Rio Anil (Cintra) há 26 anos, uma das primeiras a receber a vacina.

Nesta terça-feira (20), profissionais da educação do ensino básico e superior, das Redes Federal, Estadual, Municipal e Particular, entre gestores, supervisores, zeladores, porteiros, merendeiras e demais profissionais envolvidos no ambiente escolar em atividade, com idade de 55 anos ou mais foram incluídos no público-alvo apto a ser imunizado.

O vice governador do Maranhão, Carlos Brandão, acompanhou o início da imunização dos professores e disse que hoje pode ser considerado um dia histórico no combate à Covid-19. “Há uma ansiedade muito grande por parte dos pais e do próprio Governo. Com essa decisão de incluir os profissionais de educação, estamos muito felizes, estamos avançando. Estamos viabilizando a compra da vacina russa, a Sputinik. Se, até o dia 28, a ANVISA não se decidir, estaremos adquirindo 4,5 milhões de doses, no valor de R$ 260 milhões. Parece grande, mas o valor para o combate a covid é muito pouco. Salvar vidas é mais importante”, disse o vice governador.

“O Governo do Estado tem entrado mais fortemente com auxílio e complementação da vacinação junto aos municípios. Tem disponibilizado recursos humanos e a logística necessária para que essa vacina consiga avançar. Hoje, os profissionais da educação e todo o corpo técnico do colégio será vacinado. É um grande avanço pois a educação é fundamental. A gente tá feliz e espera que o mais rápido possível possamos imunizar toda a população maranhense”, disse Marcos Grande, presidente da Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares (EMSERH).

O secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula, explicou que para este público estão reservadas mais de 60 mil doses. “Vamos imunizar todo mundo, de 55 a 60 anos inicialmente. Vai ter vacina para todo mundo, vamos devagar e sempre”.

A professora do IFMA e Liceu Maranhense, Ângela Maria Silva Sousa, tem 42 anos de carreira e completou 61 anos de idade nesta terça-feira (20). Ela foi a primeira a ser imunizada no Centro Integrado Rio Anil.

“Eu estou fazendo 61 anos hoje e acabei de receber o melhor presente que eu podia receber. Estou feliz por estar aqui vivendo esse momento e tomando a vacina. Viva o SUS! A nossa esperança é de que todos os brasileiros sejam vacinados, pois estamos cansados de perder pessoas”, disse Ângela Maria.

Em São Luís, a vacinação está disponível em três locais: Centro Integrado Rio Anil (Cintra), Centro de Ensino de Tempo Integral João Francisco Lisboa (antigo CEGEL) e Drive-thru do São Luís Shopping.

A pedagoga Wilza Silva dos Santos, de 56 anos, atua no Centro de Ensino de Tempo Integral João Francisco Lisboa. Mesmo com medo, ela comemorou a chegada da imunização. “Estou nervosa porque tenho medo de agulha, mas me sinto muito aliviada de estar nesse processo, de ter sido vacinada hoje”, relatou.

Em Imperatriz, o drive-thru acontecerá no Imperial Shopping. A Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares (EMSERH) instalou esta semana, no horário de 8h as 16h, em Codó um posto de vacinação no Centro de Ensino Renê Bayma. Em Caxias, a vacinação ocorre no Centro de Ensino Inácio Passarinho. Em Bacabal, no auditório da SEMED. Em Paço do Lumiar, o local escolhido foi o Educa Mais Domingos Vieira. Em Timon, a vacinação acontece no Centro de Ensino Padre Delfino. Em São José de Ribamar, no Liceu Ribamarense e, em Açailândia, no Centro de Ensino Isabel Cafeteira.

“Uma grande conquista para os profissionais da educação. Há pouco mais de um ano nossas escolas estão fechadas em respeito à vida, à saúde e à biossegurança de todos. Temos grande destaque no ensino remoto graças aos esforços do Governo do Estado, professores e estudantes. Mas está todo mundo com saudade de voltar pra escola, para fazer um retorno híbrido com segurança ainda este ano e 100% presencial no próximo ano”, completou o secretário de Estado da Educação, Felipe Camarão.

Para vacinação, é necessária a apresentação de contracheque ou declaração de vínculo emitida pelo serviço onde o trabalhador da educação está cumprindo a sua função, para a comprovação do vínculo ativo.

Daucyana Castro

POSTAGENS

RECENTES


Governo realiza ações do Saúde na Praça no município de Açailândia neste sábado (28)

O Governo do Maranhão, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (SES) e da Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares [...]

Governo leva Saúde na Praça à população da Região de Itapecuru-Mirim

Fotos: Ilano Lima O Governo do Estado levou, nesta quarta-feira (25), as ações do Programa Saúde na Praça ao município [...]

Lacen comemora 103 anos de fundação com ação para colaboradores

O Laboratório Central de Saúde Pública do Maranhão (Lacen-MA) completou na última sexta-feira, 20, 103 anos de fundação e para [...]