Governo inicia diálogo para firmar parceria entre Hospital de Câncer do Estado e Fundação Antonio Brunno

Sem títuloUma parceria para traçar convênio que beneficia pacientes oncológicos do interior do estado em tratamento na capital, São Luís. Com este objetivo, o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (SES), e a Fundação Antonio Brunno reuniram-se na manhã desta terça-feira (24). Participaram do encontro o secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula, a subsecretária de Estado da Saúde, Karla Trindade, o diretor geral do Hospital de Câncer Tarquínio Lopes Filho (HCTLF), José Maria Assunção, o presidente da fundação, Antonio Souza, e representantes da entidade.

O convênio estabelecerá um suporte à Fundação no que diz respeito à realização de exames, e ainda garantirá, junto aos municípios, o translado, em casos de óbito.  “Prioritariamente, como fruto de um convênio entre a SES e a fundação Antonio Brunno, estamos estruturando uma parceria pensando no benefício assistencial e social aos pacientes oncológicos em tratamento na capital. Podemos oferecer melhores condições e humanizar ambos os atendimentos”, disse o secretário de Estado da Saúde Carlos Lula.

“Essa parceria permitirá uma maior rotatividade nos leitos do hospital de câncer e que esses pacientes tenham, na capital, uma referência de casa de apoio, com acompanhamento adequado, inclusive, dos profissionais da nossa Rede. Precisamos estender essa mão e não deixar essas pessoas em situação de vulnerabilidade”, justificou o secretário Carlos Lula.

A entidade filantrópica ‘AntonioBrunno’ funciona em São Luís há cinco anos, acolhendo pacientes oncológicos do interior do estado em tratamento na capital e que precisam da assistência de uma casa de apoio enquanto realizam o tratamento. Atualmente, há 590 pacientes vinculados à instituição.

Parceria 

Segundo o presidente Antonio Souza, em cinco anos de atuação, cerca de 900 pacientes já foram atendidos. “Essa reunião foi além do que imaginávamos. Essa será a primeira vez que firmaremos parceria e vimos que o secretário teve muita sensibilidade com a temática. Por isso, nossas expectativas são as melhores para que esse convênio dê certo”, afirmou Antonio Souza, presidente da Fundação Antonio Brunno.

O diretor geral do HTLF, José Maria Assunção, explica que a parceria também insere o hospital em programas do Ministério da Saúde (MS), como o Programa Nacional de Apoio à Atenção Oncológica (Pronon). “Esse programa fomenta ações de combate ao câncer. Por meio dele, a Fundação, associada ao hospital, pode apresentar até três projetos para captação de recursos e concretizá-los nas áreas de prevenção, diagnóstico, tratamento, dentre outros”, disse o diretor.

Outro aspecto ressaltado é a ampliação do trabalho de casa de apoio que poderá beneficiar também os pacientes da unidade. “Com a ampliação de vagas na Fundação, que resultará da parceira com o Estado, conseguiremos que pacientes do hospital que estão em cuidados paliativos exclusivos ou em situação de exames pré-operatórios sejam acompanhados lá e possamos usar de forma mais racional os leitos do HCTLF”, pontuou José Maria Assunção.

Fonte: SES