Governo disponibiliza Disque Saúde Mental a profissionais que atuam na linha de frente contra Covid-19

Lidar com a pressão e a intensa carga horária é a realidade diária de vários profissionais de saúde que estão atuando diretamente no tratamento de pessoas infectadas pelo novo Coronavírus. Por esta razão, a Secretaria de Estado da Saúde (SES) lança o Disque Saúde Mental, iniciativa que tem o objetivo de minimizar os danos psicoemocionais e cuidar da vida de quem está cuidando de outras vidas. O serviço entra em funcionamento a partir desta sexta-feira (24), sob coordenação do Hospital Nina Rodrigues.

“Diante do atual cenário epidemiológico, torna-se necessário a implantação de um suporte psicossocial para os profissionais de saúde, oferecendo apoio psicossocial. Com isso, esperamos desenvolver estratégias voltadas à sensibilização para o gerenciamento de estresse, observando o convívio social, pessoal e profissional, cuidando do indivíduo em todas as suas particularidades”, explicou a diretora geral do Hospital Nina Rodrigues, Ana Gabrielle Romanhol.

O serviço entra em funcionamento a partir desta sexta-feira (24) e poderá ser acionado pelos telefones (98) 98429-7651, (98) 99111-2356 e (98) 99104-3355. Para fazer o agendamento, o profissional deverá entrar em contato das 8h às 12h, de segunda a sexta-feira. O atendimento também acontecerá de segunda a sexta, das 8h às 18h.

O Disque Saúde Mental será realizado com o apoio do conjunto de psicólogos oriundos do Complexo Hospitalar Nina Rodrigues. Ao ligar, o profissional que atua em unidade de saúde que atende pacientes com a Covid-19 deve se identificar, informando também a unidade onde atua para que os psicólogos possam fazer o mapeamento para oferecer o tratamento adequado.  
Os atendimentos poderão ser realizados de forma on-line ou telefônica. 

O fluxo de atendimento seguirá o mesmo regime de escala dos profissionais que integram os serviços de atenção à saúde mental do estado, com foco nos profissionais que atuam nas Unidades de Pronto Atendimento (UPA) Vinhais, Itaqui-Bacanga, Araçagy e Cidade Operária, bem como nos 6 hospitais referência para tratamento de pessoas infectadas pelo coronavírus na capital.

O Disque Saúde Mental também contará com a atuação de psicólogos da Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares (Emserh).