17 de maio de 2022

Governo celebra três anos do CER Cidade Operária com mais de 200 mil atendimentos e expansão dos serviços

O Centro de Especialidades Médicas (CER) da Cidade Operária celebrou, na última semana, três anos de funcionamento. A unidade, que faz parte da rede estadual de saúde, contabiliza mais de 200 mil atendimentos a pacientes que precisam de reabilitação física, intelectual e auditiva. A gestão estadual segue expandindo a assistência no CER Cidade Operária, que passará a oferecer também atendimento em otorrinolaringologia, entre outros serviços.  

A unidade, que integra a rede da Secretaria de Estado da Saúde (SES), é administrada pela Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares (EMSERH). O CER Cidade Operária já oferece atendimentos nas áreas de ortopedia, fisioterapia, terapia ocupacional, psicologia, psicopedagogia, serviço social, neuropediatria, nutrição e fonoaudiologia.  

“Essa é uma região bastante populosa. A rede estadual já contava com a UPA, mas a população precisava desses serviços de atendimento voltado para a reabilitação. Temos uma equipe competente e que se dedica a prestar um atendimento digno e humanizado às pessoas”, destaca Letícia Vale, diretora administrativa da EMSERH. 

Nos últimos três anos, o CER Cidade Operária registrou 201.431 atendimentos. As três áreas mais demandadas foram fisioterapia, fonoaudiologia e psicologia. Em 2020, foram 53.208 atendimentos. Em 2021, esse número subiu para 84.892 atendimentos e neste primeiro semestre de 2022, já foram realizados 63.331 atendimentos, sendo 5.606 na área de ortopedia, especialidade mais recente oferecida. 

“Sabemos da nossa importância para toda a população. Há uma demanda contínua, o que para nós é um desafio, mas os profissionais que trabalham aqui entendem a nossa proposta e sabem que o nosso objetivo é levarmos saúde de qualidade aos que precisam”, ressaltou o diretor administrativo do CER Cidade Operária, Nicholas Menezes. 

Os serviços são avaliados positivamente por pessoas como a dona de casa Regina Célia Dias Silva, que leva o filho Samuel, de 5 anos, para fazer tratamento na unidade. “Com a volta às aulas, ele foi para a escola e começamos a perceber o comportamento dele, a fala um pouco enrolada. Fizemos a avaliação e descobrimos que o Samuel é autista. A equipe aqui do CER é maravilhosa, tem nos ajudado muito. O meu filho hoje fala melhor e a gente consegue entender o que ele fala, estou muito feliz”, pontuou.

Expansão da assistência

O CER Cidade Operária segue recebendo investimentos do Governo do Estado. Além dos serviços já disponíveis, a unidade está sendo preparada para ter uma oficina de órtese e prótese e para ofertar o serviço de reabilitação visual, que já existe no Centro de Reabilitação localizado no Olho d’Água. 

Para ter acesso aos serviços da unidade, devem ser apresentados encaminhamento médico, documento de identificação pessoal e cartão do SUS. O Centro de Reabilitação atende pacientes de todas as idades.

Daucyana Castro

POSTAGENS

RECENTES


Com redução da idade, cresce procura pela quarta dose da vacina contra a Covid-19

Fotos: Adeta Holanda No Maranhão, a quarta dose da vacina contra a Covid-19 já está sendo oferecida para quem tem [...]

Governo realiza ações do Programa Mais Cirurgias no município de São Domingos do Maranhão

Por Daucyana Castro O Governo do Estado realizou, nesta quarta-feira (22), mais uma edição do Programa Mais Cirurgias, desta vez [...]

Centro de Testagem para Covid-19 amplia atendimento para pessoas com sintomas há mais de três dias

Por Daucyana Castro O Centro de Testagem para Covid-19, do Governo do Estado, segue funcionando no Hospital Genésio Rego, na [...]