21 de janeiro de 2022

Com ambulatório na Vila Luizão, governo amplia assistência a crianças com síndromes gripais leves

Fotos: Laécio Fontenele

Nesta quinta-feira (20), a primeira paciente a ser atendida no ambulatório pediátrico de síndromes gripais leves, instalado no Hospital da Vila Luizão, foi a pequena Maria Rebeka Silva, de 8 meses de vida. A mãe, Mari Lúcia Silva, disse que percebeu que a filha não estava bem durante uma viagem. De volta pra casa, na capital São Luís, a moradora do bairro Araçagi, em São José de Ribamar, conseguiu o atendimento que buscava para a bebê.

“A gente estava viajando e, já próximo de voltar, a Rebeka amanheceu com febre e parecia estar com a garganta inflamada. Já em São Luís, ela foi medicada e tivemos que voltar duas vezes à emergência. Agora, com um setor específico para crianças, o atendimento foi rápido. Ela vai fazer o teste de Covid, raio-X e exame de sangue. A Rebeka chegou bem molinha, mas com o soro já até melhorou muito; está brincando e já até mamou”, comemorou a mãe.

A mesma satisfação teve Nayana Rodrigues Pestana Bastos, mãe do Gabriel, de 1 ano de idade. Há dois dias, o filho estava tossindo e com dificuldade para comer. A moradora do Sol e Mar, então, resolveu levar o pequeno Gabriel para uma consulta no Hospital da Vila Luizão.

“Estava fazendo nebulização em casa, mas percebi que não estava adiantando tanto, não estava tendo o resultado que eu queria. Então resolvi trazer ele aqui. Cheguei, fui bem atendida, bem rápido, não aguardei muito e, claro, estou com a esperança de sair com meu filho recuperado agora com a devida assistência médica”, disse Nayana.

Nayana Rodrigues Pestana Bastos e Gabriel, de 1 ano de idade. (Foto: Laécio Fontenele)

No Hospital da Vila Luizão, funciona o ambulatório pediátrico de síndromes gripais montado pelo Governo do Estado para atender a população da Grande Ilha. O atendimento é rápido e permite que as crianças sejam atendidas sem contato com os adultos que procuram as unidades de saúde.

“Tendo em vista o aumento do número de casos de crianças com sintomas gripais desde o início do mês de janeiro, a SES, em parceria com a EMSERH, definiu que o Hospital Geral da Vila Luizão é referência ambulatorial para crianças com síndrome respiratória leve. Ressaltamos a importância do ambulatório, tendo em vista o atendimento da população dos bairros adjacentes como Divineia, Sol e Mar, Santa Rosa, Turu, Araçagi, entre outros”, explicou Mayara Cardoso, diretora clínica do Hospital Geral da Vila Luizão.

O ambulatório funciona de segunda a sexta, das 8h às 18h, por livre demanda, com triagem, consulta médica e testagem. A unidade dispõe leitos de enfermaria para possíveis internações ou em casos graves, bem como suporte que estabelece a transferência para os hospitais de referência em SRAG, caso haja necessidade.

Ambulatórios adultos

O Governo do Estado retomou, nesta terça-feira (18), os serviços nos ambulatórios de síndromes gripais leves em novos bairros da Grande Ilha para atendimento da população com sintomas leves. Até sexta-feira (21), os ambulatórios funcionarão das 8h às 16h, no Cruzeiro do Anil, na Escola Maria do Carmo Abreu da Silveira; em São José de Ribamar, no Centro Educa Mais – Escola CAIC São Raimundo; e na Raposa, na Unidade Integrada Sarney Filho.

Daucyana Castro

POSTAGENS

RECENTES


Governo leva Saúde na Praça à população da Região de Itapecuru-Mirim

Fotos: Ilano Lima O Governo do Estado levou, nesta quarta-feira (25), as ações do Programa Saúde na Praça ao município [...]

Lacen comemora 103 anos de fundação com ação para colaboradores

O Laboratório Central de Saúde Pública do Maranhão (Lacen-MA) completou na última sexta-feira, 20, 103 anos de fundação e para [...]

Equipe da rede estadual de saúde emociona paciente com ida à praia para rever o mar

Fotos: Laécio Fontenele “Só de estar aqui com vocês, com toda a equipe que me auxilia, que cuida da minha [...]