20 de setembro de 2021

Centro de Hemodiálise São Luís completa 2 anos de atendimento a pacientes renais crônicos

Fotos: Laécio Fontenele

FONTE: SES / MA

O Centro de Hemodiálise São Luís completou dois anos nesta sexta-feira (17), prestando atendimento contínuo a pacientes renais crônicos. Inaugurada pelo governador Flávio Dino em setembro de 2019, a unidade, que integra a rede da Secretaria de Estado da Saúde (SES), conta com 40 máquinas para assistência aos pacientes que precisam realizar regularmente o procedimento. 

“Se considerarmos a capacidade antes da atual gestão para o que temos hoje, saltamos de 25 para quase 400 cadeiras espalhadas em todo o estado. Sem dúvidas é uma mudança significativa, porém precisamos continuar avançando e este é o caminho para o Maranhão do futuro”, disse o secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula. 

Foto: Laécio Fontenele

Atualmente, o Centro de Hemodiálise São Luís atende 233 pacientes renais crônicos, dos quais 170 necessitam do procedimento. Na unidade, os assistidos recebem suporte de uma equipe multidisciplinar composta por assistente social, psicóloga e nutricionista.  

Desde março de 2020, o Maranhão vivencia o cenário de pandemia da Covid-19. Durante esse período, a unidade manteve as portas abertas. Só em 2021, já foram atendidos 1.545 pacientes, incluindo três transplantados. 

Pedro Batista prestigiou o aniversário do Centro acompanhado da sua esposa, dona Terezinha Cantanhede, ambos de 74 anos. Ele foi um dos primeiros pacientes do centro. “Em setembro de 2019, eu havia ido fazer uma viagem em família para Fortaleza quando passei mal e fui internado. Lá, dei início ao tratamento durante dois meses, até que finalmente consegui uma vaga aqui mesmo em São Luís. Hoje eu me sinto muito melhor, graças a Deus tive apoio não apenas da equipe, mas também da minha família, que hoje segue junto comigo as dietas e recomendações nutricionais que preciso seguir”, compartilhou o senhor Pedro. 

Paciente renal crônica há dois anos, Jennikelia Silva é assistida pelo Governo do Estado de duas formas: pelo Centro de Hemodiálise e pelo Serviço Travessia. “Aqui é tudo muito bom. Eu comecei o meu atendimento na Vila Luizão até ser transferida para cá. Por eu ser diabética e cadeirante, também faço uso do Travessia, que três vezes na semana me ajuda a vir até aqui fazer as sessões. Todos nos tratam muito bem, a ponto de eu poder dizer que encontro aqui a minha segunda família”, comentou. 

Foto: Ruy Barros

A diretora administrativa do Centro de Hemodiálise São Luís, Ana Patrícia Ferreira Guimarães, afirmou que o trabalho em equipe é o diferencial. “Eu tenho muita gratidão pelos profissionais que servem na unidade junto conosco. Para um espaço como este dar certo, ainda mais durante a pandemia do Coronavírus e todas as dificuldades que compreendem o cenário causado pela doença, atuar com compromisso e respeito à vida é a receita que faz dar certo”, disse.

Presente na solenidade de comemoração, o presidente da Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares (EMSERH), Marcos Grande, enfatizou a importância do Centro de Hemodiálise em São Luís. “Nestes dois anos de funcionamento, o equipamento tem sido exemplo de eficiência, qualidade e dignidade às pessoas que o procuram”, destacou.

Daucyana Castro

POSTAGENS

RECENTES


Governo realiza ações do Saúde na Praça no município de Açailândia neste sábado (28)

O Governo do Maranhão, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (SES) e da Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares [...]

Governo leva Saúde na Praça à população da Região de Itapecuru-Mirim

Fotos: Ilano Lima O Governo do Estado levou, nesta quarta-feira (25), as ações do Programa Saúde na Praça ao município [...]

Lacen comemora 103 anos de fundação com ação para colaboradores

O Laboratório Central de Saúde Pública do Maranhão (Lacen-MA) completou na última sexta-feira, 20, 103 anos de fundação e para [...]