Biópsia da Mama pode ser realizada no Centro de Especialidades Médicas e Diagnóstico do Diamante (PAM Diamante)

Foto-4_Francisco-Campos_SES_09082016-Governo-amplia-assistência-especializada-em-mastologia1-1024x666

“Em 15 dias conseguimos realizar um exame tão importante e que influencia em tudo que pode acontecer daqui pra frente. Me surpreendi com a agilidade, pois antes tentava marcar simples exames e era mais difícil”. O depoimento é de Lurdivania Cardoso, 38, que na manhã dessa terça-feira (9), esteve no Centro de Especialidades Médicas e Diagnóstico do Diamante (PAM Diamante), com a filha de 17 anos, que precisou realizar uma biopsia da mama.

O procedimento que há três semanas foi instalado no hospital beneficiará mulheres de diversas faixas etárias e compõe o atendimento do setor de mastologia, que começou a funcionar no mês de junho. “A biopsia da mama é o principal exame para um diagnóstico preciso e rápido como forma de confirmar ou descartar precocemente o aparecimento do câncer de mama. Com a realização deste exame no hospital, a paciente pode consultar e fazer o exame no mesmo local, o que acelera o tratamento nos casos positivos”, explicou a médica mastologista Yara Sena.

Em média, são realizadas 50 consultas por semana no setor de mastologia do Pam Diamante, sendo cerca de 200 mulheres atendidas por mês. Nessas três semanas de funcionamento, seis biopsias das mamas foram realizadas. No entanto, a capacidade semanal é em torno de cinco exames e 20 por mês, nesse primeiro momento. “A maioria das pacientes consultadas não têm precisado fazer o exame. Ainda assim, a tendência é que essa capacidade seja aumentada com a demanda”, disse a médica.

A biopsia é realizada com o auxílio do equipamento de ultrassonografia para ver o local exato do nódulo e recolher o material que é enviado para o laboratório. “O exame é solicitado pelo mastologista sempre que há presença de nódulo, detectado por apalpação, mamografia ou ultrassom, por isso é importante ir regularmente as consultas com o ginecologista e mastologista. Quando a paciente é encaminhada para o exame, identificamos se o nódulo é benigno ou maligno e, assim, temos o resultado, que sai em torno de 15 dias”, ressaltou a mastologista.As consultas com a mastologista acontecem na unidade de terça a quinta-feira, sendo que os atendimentos para o exame de biopsia concentram-se nas terças-feiras. Segundo a Yara Sena, a mamografia precisa estar na rotina anual das mulheres acima de 40 anos. Porém, como tem sido frequente o aparecimento de nódulos em mulheres com menor faixa etária, é necessário manter os cuidados, por exemplo, realizando o autoexame das mamas e fazendo o acompanhamento médico regular.