Aprovados no concurso para a Saúde começam a ser chamados a partir do mês que vem

A EMSERH, empresa governamental que administra 70% da rede pública de saúde do Maranhão, inicia no próximo mês o processo de convocação dos candidatos aprovados no concurso público realizado este ano pelo governo do Estado. Os editais com o resultado final e classificação dos aprovados foram publicados na quarta-feira, 23, pelo instituto AOCP, empresa responsável pela operacionalização do concurso.

“Encerradas agora todas as etapas do concurso, vamos iniciar, provavelmente a partir de junho, a convocação dos candidatos aprovados. Com a chegada desses novos profissionais, nossa expectativa é que os serviços de saúde e atendimento à população deem um salto de qualidade”, destaca o presidente da EMSERH, Vanderley Ramos.

As futuras convocações serão feitas, exclusivamente, por meio de editais a serem publicados no Diário Oficial do Maranhão (www.diariooficialma.gov.br) e no site do instituto AOCP (www.institutoaocp.org.br). Segundo a diretora de Gente e Gestão da EMSERH, Clícia Galvão, os profissionais aprovados no concurso serão convocados de forma gradativa. “Iremos convocar os aprovados de acordo com a viabilidade financeira do Estado e necessidade das unidades de saúde”, esclarece.

 Mais qualidade

Ao todo, o concurso para a área da saúde estadual ofereceu mil vagas, distribuídas entre 28 cargos nas áreas médica, assistencial e administrativa, para compor o quadro profissional efetivo da Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares, empresa pública responsável pela gestão de 44 unidades de saúde em São Luís e no interior do estado. A carga horária e os salários dos profissionais convocados seguirão as normas estabelecidas pela Consolidação das Leis do Trabalho (CLT).

A realização do concurso teve um significado histórico para o Maranhão. Há mais de 25 anos não ocorria a seleção de profissionais para a área da saúde estadual por meio de concurso público. Realizado em fevereiro deste ano, o concurso para a EMSERH atraiu quase 45 mil candidatos e foi dividido em duas etapas, com a realização de provas objetivas, prova de títulos e análise da experiência profissional.

“A gestão Flávio Dino tem dado enfoque especial à reestruturação das carreiras do serviço público estadual, realizando concursos públicos em áreas estratégicas, incluindo este histórico concurso para a Saúde”, ressalta o secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula. “Aguardado há décadas por tantas pessoas, o concurso para a Saúde representa uma forma de o governo profissionalizar e qualificar ainda mais a atuação dos profissionais na rede estadual da saúde, com transparência, isonomia, e, acima de tudo, sem apadrinhamento político”, finalizou Carlos Lula.

Fonte: Comunicação e Marketing/EMSERH