Ações reforçam doações de sangue na Semana Nacional de Doação Voluntária de Sangue

Foto-1_Divulgação_SES_22112016-Governo-reforça-ações-educativas-e-de-doações-na-Semana-Nacional-de-Doação-Voluntária-de-Sangue-1024x682No dia a dia, os doadores de sangue praticam atos de solidariedade. A cada doação, eles ajudam a salvar vidas. Na Semana Nacional de Doação Voluntária de Sangue, no Centro de Hematologia e Hemoterapia do Maranhão (Hemomar), o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (SES), realiza palestras, coletas externas de sangue, assim como homenagens aos doadores e instituições parceiras. A ação, que começou segunda-feira (21), prossegue até sábado (26), com o tema “Doe sangue e ajude a colorir o mundo com a cor da vida”.

“Com a implantação de novos hospitais e reformas das unidades hospitalares existentes, em São Luís e interior do Maranhão, ampliamos o quantitativo de leitos. Por isso, também, precisamos aumentar o contingente de doadores regulares no nosso estado. O único meio que nós temos de coletar sangue para servir toda nossa rede de hospitais é por meio da doação voluntária e, assim, garantir, por meio do Hemomar, o atendimento oportuno das demandas hospitalares”, destacou o secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula.

A coordenadora do setor de Captação de Doadores do Hemomar, Maria do Socorro Ferreira de Oliveira, ressalta que as doações de sangue são fundamentais para atender uma demanda crescente. “A cada dia aumenta mais o número de pessoas que precisam de sangue. A campanha, realizada na Semana Nacional do Doador Voluntário de Sangue, que acontece na última semana de novembro, tem duas finalidades: enfatizar a importância da doação, com a participação da população para manter estoque e reforçar o estoque, principalmente, para o período das festividades de fim de ano”, disse.

Doadores

O motorista Antônio Carlos Serpa dos Santos, de 38 anos, contabiliza 16 anos como doador regular de sangue. “Em 2008, também doei para minha mãe”, comemora o filho que ajudou a matriarca da família no tratamento de um coágulo.

Há 13 anos, Conceição Campos, hoje com 39 anos, repete a tentativa de doar sangue, porém, na triagem realizada no Hemocentro, anteriormente, ela não tinha mais de 50 quilos, um dos requisitos para doação. Nesta terça-feira (22),  foi considerada apta, consolidando sua primeira doação. “Estou muito feliz em deixar correr meu sangue nas veias de quem precisa”, comemorou.

Homenagem

Os doadores de sangue, que representam o universo de doadores do Maranhão, assim como instituições parceiras, serão homenageados, na manhã desta sexta-feira (25), data que é comemorada o Dia nacional do Doador Voluntário de Sangue, um reconhecimento do Governo do Estado pelo ato de solidariedade dos milhares de doadores e mobilização das instituições. Na ocasião, será efetuada a entrega de troféus aos vencedores do II Concurso de Redação sobre a doação de sangue.

Programação

Nesta quarta-feira (23), durante a Semana Nacional de Doação Voluntária de Sangue, a unidade móvel do Hemomar receberá doações, das 8h às 17h, na sede do Tribunal de Contas do Estado (TCE), no Calhau. No Filipinho, na quinta-feira (24), tem palestras educativas sobre doações de sangue no Serviço Social do Transporte/Serviço de Aprendizado do Transporte (SEST/SENAT), das 9h às 17 horas.

Na Cidade Operária, nesta sexta-feira (25), a unidade de coleta externa de sangue ficará à disposição dos voluntários na Igreja Evangélica Aliança. A ação continua na manhã de sábado (26), na Creche Escola Luluzinha, no Monte Castelo, com atividades educativas, e coleta externa de sangue na Igreja Adventista, em São José de Ribamar, entre outras atividades.

FALA POVO

“A doação é uma forma de ajudar quem precisa de sangue, compartilhando vida”

Valdemir Lisboa de Sousa, de 40 anos, atendente, na terceira doação de sangue

“Em 2010, uma amiga precisou de sangue. Minha primeira doação foi direcionada, depois continuei a doar como voluntário”

Tiago Henrique Sousa Castro, de 27 anos, promotor de vendas, doador desde 2010

“Um dia eu posso precisar de sangue e hoje tenho condições de doar. Todo mundo deve ajudar na doação voluntária de sangue”

Joyce Soares Rocha, de 19 anos, estudante, doadora desde 2014